Uma História, uma só paixão

1 de janeiro de 2010

Ídolos e suas Histórias

Bom, por aqui vou comentar e lhes ensinar(para aqueles que ainda não sabem) a história de alguns ídolos da história do nosso clube. A começar pelo maior ídolo de todos, o rei, Reinaldo Lima.


Mineiro da Cidade de Ponte Nova (PN), localizada na zona da mata mineira, Reinaldo desde criança, apresentava sinais de grande intimidade com a bola, ainda jovem, foi apresentado ao Atlético, e para jogar no clube, o rei receberia um quarto, alimentação grátis e 100 Cruzeiros (Cr$). Ainda nas categorias de Base do clube mineiro(aos 15 anos), mesmo no banco de reservas, Reinaldo batalhou com todo seu potencial e não demorou muito para ser chamado pelo time principal (em 28 de Janeiro de 1973, aos 16 anos). E fazendo o que sabe de melhor, conquistou toda nação alvinegra, aliás, todos que torcem para o Brasil. Tão novo d'aquele jeito e com tanta habilidade irritava seus adversários, que por sua vez aproveitavam da não existência dos cartões para fazerem faltas feias e que contundiam o nosso ídolo. Com a marca de mais gol em um brasileiro (28 gols em 18 partidas, ou 1,55 por jogo, em 1977), e marca de maior goleador da história do Atlético (ao todo 309, sendo 54 com a camisa do time juvenil e 255 com a camisa do time principal).



Duas das Histórias Inesquecíveis do Rei:
A primeira na copa do mundo da Argentina, não pôde jogar pelo fato de estar contundido, mas o técnico da seleção exigiu que levassem um aparelho de última geração para ver se o craque conseguia se recuperar para jogar pelo menos a final do mundial.
A segunda, é em um jogo contra o flamengo, em que no início do segundo tempo Reinaldo sofreu uma contusão, e naquele momento o Atlético estava perdendo (fora de casa se não me engano), o técnico decidiu tirá-lo, para não piorar a situação do Rei, mas ele não quis sair, pois a torcida adversária estava provocando-o com gritos de: "BIXADO! BIXADO!", mas n'aquele dia Reinaldo se mostrou atléticano de coração e em meio às provocações adversárias, marcou um gol, que empatou a partida e deu o passe para o gol do jogo.
Essa é um pouco da história de um dos maiores ídolos da massa Atléticana. REI, REI, REI, REINALDO É O NOSSO REI!!!

Abraços Massa.
Um pequeno agradecimento à Matheus que me ajudou nessa postagem! Obrigado!

video
video
Sobre o Autor:
Douglas Pereira

Douglas Pereira

Gaaalllllloooooooooo

Um comentário:

  1. Uma Homenagem pro Fael Lima, que mi ajudou d++ desde que eu criei u blog!!!

    (sua foto com o Rei)

    ResponderExcluir

Redes Sociais

Total de visualizações de página

Arquivo do blog

Receba novidades por e-mail

Copyright © Galo Forever Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com