Uma História, uma só paixão

15 de março de 2012

Pós-jogo Cene X Galo

Baita jogo chato esse do Galo hein?! Desculpem se estou sendo exigente demais nos meus posts, mas eu prefiro acreditar que vocês também não estão satisfeitos com os 100% de aproveitamento e com a classificação com esse jogo de hoje.

Eu não queria e nem esperava uma sonora goleada de 5, 6... Afinal de contas do outro lado tem um time que apesar das deficiências técnicas, treinou, estudou e se preparou da melhor forma possivel para enfrentar o Galo. Só para pensar, o time do Barcelona (e por favor, NÃO ESTOU COMPARANDO) não goleia todos os jogos e esse ano chegou até a perder para times de expressão bem menor.

A questão é a postura do time... a diferença do Barça que ganha de 1, ou 2 a 0, é que o time domina o jogo, toca a bola de uma forma irritantemente precisa e paciente, até que alguém apareça na boa, dentre as diversas opções de jogadas, e o passe para o gol em geral é preciso e o gol sai.

O que a gente viu em campo hoje foi um time que, pelo menos uns dois jogadores já assumiram, subestimou o adversário, achando que ia vencer a qualquer momento.

O time foi modificado do que vem jogando no mineiro. Cuca tentou ir pra cima para resolver logo e optou por deixar Mancine no banco e escalou Danilinho para chegar junto ao ataque formado por Guilherme e André. Sutiu pouco efeito, uma vez que o Danilo segue devendo, jogando muito abaixo do que se esperava.


ADEMIR ALMEIDA / Futura Press
Foto: superesportes.com.br

O galo passou quase que todo o tempo na intermediária do time Sul-Matogrossense, mas sem levar muito perigo. Investindo em muitas jogadas pelo meio e pela direita, em geral, pouco produtivas, repetindo o que vem acontecendo no Mineiro.

Abusamos do direito de perder gols, com uma deixa que eu deixo na área que aconteceu por diversas vezes, sem ninguém finalizar direito. Irritante!

Quando veio o segundo tempo, veio Berola que se apresentou bem. Movimentou e levou mais perigo. Mancini entrou e sem querer dizer que "eu avisei", mudou a história do jogo. Cadenciou a partida e organizou o nosso meio. Deu assistência para o primeiro, cobrou o escanteio de outro e praticamente resolveu o jogo. Ele jogou tanto quanto ele disse na entrevista? Não! Ainda precisa fazer muito para provar tanta coisa. Mas mostrou que tem sim uma importância principalmente pela experiência que tem, e que se continuar evoluindo, tem futebol para ser o titular e contribuir com o ano do Galo sim!

cuca treino do Atlético-MG (Foto: Fernando Martins/Globoesporte.com)
Foto: globoesporte.globo.com
Bom... no mais foi o de sempre: Guilherme jogando bem, André resolvendo como tem que ser, Renan Ribeiro fazendo das suas lambanças enfim... Continuo com pé atrás com o time!

O objetivo foi alcançado. Eliminamos o primeiro jogo. Em início de temporada, quanto mais o time puder se preparar e se conhecer melhor. Nada melhor para isso que uma folga em meio de semana!

É aguardar para ver se o Cuca consegue acertar de vez o time para a sequência do ano.

Pensar agora no próximo jogo, contra o Vila no domingo! Sábado tem pré-jogo! Leiam, comentem e indiquem o Blog!

#VaiPraCimaDelesGalo!!!
Compartilhe com seus amigos:
Sobre o Autor:
Tarcísio Duarte

Tarcísio Duarte

Um comentário:

Redes Sociais

Total de visualizações de página

Arquivo do blog

Receba novidades por e-mail

Copyright © Galo Forever Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com