Uma História, uma só paixão

14 de julho de 2012

De virada em virada Galo confirma liderança em mais uma rodada

Foto: Superesportes

Com estádio lotado, para prestigiar a estreia do uruguaio Loco Abreu, os torcedores catarinenses viram uma boa atuação do atacante até quando esteve em campo e o time vencia por 3 a 1. Logo após sua substituição, acabaram presenciando uma vitória épica do time mineiro. Com uma bela atuação, em apenas 11 minutos, o Galo fez três gols virando a partida. Os gols foram marcados por Anderson Conceição, Júlio César e Ronny para o Figueirense, e por Ronaldinho Gaúcho, que abriu o marcador de pênalti, Leonardo Silva, Bernard e Guilherme para o Galo.
A propósito, com uma atuação de gala de R49, que além de marcar seu segundo gol com a camisa do Galo, o segundo também em cobrança de pênalti, contribuindo positivamente na marcação e com bons cruzamentos. Mas quem realmente entrou bem, foi o Guilherme, que retornou após um período longo de tratamento devido há uma contusão no último jogo da final do campeonato Mineiro.
Nos 35 minutos iniciais de jogo, o Atlético teve o controle da partida. Viu o Figueirense chegar com perigo, como aos 14 minutos, em um toque de Loco Abreu por cobertura na saída de Victor, mas não passou sufoco.
Ainda mandou uma bola no travessão, aos seis minutos, com Marcos Rocha arriscando de longa distância. E, aos 15 minutos, abriu o marcador com Ronaldinho Gaúcho cobrando pênalti sofrido por Marcos Rocha.

Foto: globoesporte.com

A partida seguida tranquila, com Galo tentando encaixar um contra-ataque e o Figueirense insistindo nas bolas aéreas. Foi em uma bola parada que os donos da casa mudaram a história da primeira etapa.
Aos 37 minutos, em cobrança de falta ensaiada, Anderson Conceição completou para as redes: 1 a 1. A partir daí, o Figueirense dominou. Quase marcou o segundo gol aos 40 minutos, com Caio cabeceando rente à trave. A virada saiu aos 45. Depois de boa troca de passes, Julio César cortou o goleiro Victor e fez 2 a 1.
Na volta do intervalo, o técnico Cuca fez duas alterações no Atlético, sacando o volante Leandro Donizete e o meia Danilinho para as entradas de Serginho e Guilherme. O Galo seguiu errando muito. Perdeu boa chance aos 10 minutos e acabou levando o terceiro gol aos 14, marcado por Roni.
Aos poucos, o Atlético voltou a se organizar. A bola aérea, desta vez, pesou a favor dos mineiros. Aos 20 minutos, Ronaldinho Gaúcho cobrou falta na área e Leonardo Silva, de cabeça, fez 3 a 2. Cinco minutos depois, o empate. Marcos Rocha lançou Jô, que cruzou e o baixinho Bernard fez de cabeça: 3 a 3.
A virada, agora atleticana, saiu aos 30 minutos, com Guilherme, de volta ao time depois de dois meses se recuperando de lesão, completando cruzamento de Serginho.
Com o resultado, o Atlético-MG se mantém na liderança do Brasileirão, com 22 pontos, independentemente dos outros resultados deste domingo. Já o Figueirense, com outra derrota, segue na 16º lugar, com oito pontos.
Na próxima rodada, o Atlético-MG enfrentará o Internacional, nesta quarta-feira, às 21h50m (de Brasília), no estádio Independência, em Belo Horizonte. O Figueirense, por sua vez, visitará o Atlético-GO, nesta quinta-feira, às 21h, no Serra Dourada, em Goiânia.

#GaloSempre
Compartilhe com seus amigos:
Sobre o Autor:
Ana Paula Xavier

Ana Paula Xavier

Escritora do Galo Forever. Fanática pelo CAM. Adoro minha família e amigos. Personalidade forte.

Um comentário:

  1. Galo conseguiu mostrar que tem força, fundamental tambem para esse time conseguir ir a luta, vamos continuar buscando em cada jogo, fundamental!

    ResponderExcluir

Redes Sociais

Total de visualizações de página

Arquivo do blog

Receba novidades por e-mail

Copyright © Galo Forever Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com