Uma História, uma só paixão

19 de julho de 2012

Galo mantém ponta do Brasileirão e quebra tabu

Foto: Superesportes

Como vem acontecendo desde o inicio do campeonato Brasileiro, o time do Atlético vem mantendo o ritmo. A torcida, 19.181, comparece para apoiar o Alvinegro, a equipe arranca mais uma vitória na competição ao derrotar, em casa, o Internacional e ainda quebra outro tabu. Com os 3 a 1 os mineiros, após dez anos de jejum, voltam a vencer os gaúchos na era de pontos corridos.
O desafio do Atlético, que mais uma vez contou com a força da torcida, foi furar o bloqueio colorado. O Internacional jogou praticamente toda a etapa na defesa, esperando o erro atleticano para tentar encaixar o contra-ataque.
Sem o ‘grandalhão’ Jô, homem de referência no ataque, e com o ‘baixinho’ Guilherme, o time alvinegro tentava envolver o Internacional na base do toque de bola. Já o Inter, sem as principais estrelas, Oscar, que talvez nem volte, já que está perto de ser anunciado pelo Chelsea-ING, e Leandro Damião, foi escalado com alguns garotos no meio como Elton e Lucas Lima, e com Otavinho no ataque.
Com a força da torcida, o Atlético-MG pressionava, e até o zagueiro Réver, de volta após quatro rodadas, arriscava algumas arrancadas rumo ao ataque. Na primeira, o zagueiro deu o passe longo demais. Na segunda, ele bateu para defesa de Muriel. Acuado, o Inter não conseguia buscar o ataque e tentava prender a bola, principalmente com D’Alessandro. Mas o camisa 10 vinha sendo bem marcado pela dupla Pierre e Leandro Donizete.
O melhor lance do Internacional foi aos 31 minutos, em um escanteio que a defesa não cortou e a bola passou na boca do gol. Os gaúchos tiveram importante perda aos 37 minutos. D’Alessandro recebeu o cartão amarelo após falta em Leandro Donizete por trás. O meia peitou o árbitro Marcelo Aparecido de Souza, reclamou e foi expulso.
Mas quando o 0 a 0 parecia decretado nos primeiros 45 minutos, brilhou a estrela de Guilherme, que minutos antes quase havia acertado o ângulo num chute de fora da área. O camisa 10 recebeu de Ronaldinho pelo lado direito de ataque da área, puxou para o pé esquerdo e bateu colocado. Muriel se esticou todo e não achou nada, pelo menos na ida, já que a bola explodiu na trave, pelas costas, e acabou entrando: 1 a 0 Galo e explosão no Independência praticamente lotado. Depois disso houve tempo apenas para a comemoração, já que o árbitro colocou fim na primeira etapa.
O gol deu motivação ao time visitante, que passou a ficar mais tempo com a bola no pé e no campo de ataque rival. E numa bobeada da defesa do Galo, Jajá quase deixou tudo igual em cobrança de falta da entrada da área, mas a bola saiu por pouco. O tento obrigou Cuca a fazer a primeira mexida. Ele colocou Escudero no lugar de Danilinho. Em seguida foi a vez de Pierre, amarelado, dar lugar a Fillipe Soutto no meio-campo.
Com mais atitude, o Colorado ameaçou, mas não teve sucesso. Já nos acréscimos, em um rápido contra-ataque, Bernard deu belo passe para Escudero, que avançou com facilidade e, dentro da grande área, mandou uma bomba, sem defesa para o goleiro Muriel. Fatura liquidada.
Com a manutenção da liderança da equipe alvinegra, que independentemente dos demais resultados da rodada, permanece isolado na frente. O Galo, agora com 25 pontos, chega ao quinto triunfo seguido na competição. Na próxima rodada, o Alvinegro vai a Recife encarar o Sport.

#GALOSEMPRE

Compartilhe com seus amigos:
Sobre o Autor:
Ana Paula Xavier

Ana Paula Xavier

Escritora do Galo Forever. Fanática pelo CAM. Adoro minha família e amigos. Personalidade forte.

Um comentário:

  1. Bom texto Ana Paula. Feliz de mais aqui com mais uma vitória do Atlético e essa quebra do Tabu

    ResponderExcluir

Redes Sociais

Total de visualizações de página

Arquivo do blog

Receba novidades por e-mail

Copyright © Galo Forever Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com