Uma História, uma só paixão

12 de agosto de 2012

Galo vence Vasco, mantém liderança e abre vantagem no Brasileirão

Foto: globoesporte.com


O Atlético, além de manter-se líder, agora aumenta a vantagem na tabela do Campeonato Brasileiro melhorando assim, sua condição diante os seus concorrentes ao título. A equipe comandada por Cuca bateu o Vasco por 1 a 0, dentro de casa, com gol do artilheiro Jô.
O jogo começou quente no Independência, com o líder partindo com tudo. Antes do primeiro minuto, Fernando Prass foi obrigado a sair de soco do gol e, na sequência, em lance semelhante, a bola chegou à área pelo alto, em lançamento partindo quase da linha central, pelo lado esquerdo. Jô tentou da marca do pênalti, mas Dedé bloqueou. Na sobra, Guilherme completou para fora.
Aos 29, Pierre fez boa jogada pela direita e cruzou rasteiro para Jô, que não alcançou. Logo depois, o Vasco teve uma oportunidade com Carlos Alberto, que fintou dois na área e finalizou com força. Réver se jogou em cima da bola e salvou.
Os mineiros tiveram mais uma grande chance aos 17. Marcos Rocha deu para Bernard, que achou Jô live na entrada da área. A finalização, contudo, foi sem direção. No lance seguinte, Bernard escapou sozinho e caiu diante de Auremir. Torcida, jogador e o técnico Cuca reclamaram muito, mas o juiz mandou seguir. O treinador chegou a ser advertido pela arbitragem e, nos minutos seguintes, se sentou no banco, deixando um de seus auxiliares para passar as instruções à equipe.
Ronaldinho Gaúcho foi o responsável pelos melhores momentos do Atlético na etapa final. O meia-atacante apareceu em cobranças de falta e passes para os companheiros.
Mas o Vasco assustou aos aos 11 minutos. Juninho Pernambucano cobrou falta cruzada na área e Alecsandro não foi feliz na finalização. Mas o Atlético era melhor em campo.
Aos 20 minutos, Prass fez por merecer a invencibilidade, em nova defesa difícil em cobrança de falta de Ronaldinho Gaúcho. Aos 24, porém, o encanto foi quebrado. Ronaldinho driblou o marcador e cruzou. Prass desviou parcialmente, mas Jô, de cabeça, enfim conseguiu empurrar para a rede: 1 a 0. Minutos depois, Tenorio, que entrara no intervalo, sentiu uma contusão e teve de ser substituído por William Barbio. E, aos 28, Prass seria novamente exigido por Ronaldinho, em nova cobrança venenosa de falta. Aos 35, Juninho Pernambucano tentou também incomodar Victor, mas mandou para fora.

Foto: globoesporte.com / Lucas Catta Prêta

O Vasco tentou incomodar nas bolas paradas de Juninho e Fillipe Bastos, mas não conseguiu o empate. A defesa alvinegra, melhor do campeonato, mostrou consistência e seguiu dominando a partida até os minutos finais com os vascaínos limitados a algumas tentativas de contra-ataque enquanto a torcida rival reverenciava Ronaldinho Gaúcho. Com 12 vitórias em 15 jogos, o Galo é líder cada vez mais isolado no Campeonato Brasileiro.
Na próxima quarta-feira, o Galo encara o Atlético-GO fora de casa, às 20h30. O Vasco tenta se reabilitar contra o Coritiba, em casa, na quinta-feira.

#GALOSEMPRE
Compartilhe com seus amigos:
Sobre o Autor:
Ana Paula Xavier

Ana Paula Xavier

Escritora do Galo Forever. Fanática pelo CAM. Adoro minha família e amigos. Personalidade forte.

Um comentário:

  1. jogo importante de ganhar, coisa boa esses pontos

    ResponderExcluir

Redes Sociais

Total de visualizações de página

Arquivo do blog

Receba novidades por e-mail

Copyright © Galo Forever Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com