Uma História, uma só paixão

30 de setembro de 2012

Galo e Lusa ficam no empate

Foto: Google Imagens

O Atlético fecha o mês de setembro sem a desejada vitória ante a Portuguesa. Neste sábado, as duas equipes empataram em 1 a 1, com gols de Léo Silva e Bernard, no Canindé. O Galo ainda teve Leonardo Silva expulso na etapa final.
O jogo foi no Canindé, mas a torcida atleticana rapidamente lotou o espaço destinado a ela e exigiu que a Polícia Militar o ampliasse. Em casa, a torcida da Lusa se espalhou pelo estádio dando a impressão de estar em pequeno número, mas com a bola rolando, as forças do lado de fora das quatro linhas praticamente se igualaram.
O Atlético esbarrou na falta de criatividade ofensiva. O goleiro Dida, da Portuguesa, teve pouco trabalho. Os lances que mais demandaram atenção da defesa da Lusa foram os cruzamentos e cobranças de falta de Ronaldinho, que não levaram perigo.
Mas com o passar do tempo e sem sofrer sustos, o Atlético-MG começou a tocar melhor a bola no campo de ataque e deu o primeiro grande susto do jogo aos 12. Marcos Rocha levantou bola na área da direita, ela passou por todo mundo e chegou a Ronaldinho Gaúcho, muito apagado até então. Mas como categoria o camisa 49 tem de sobra, ele colocou na cabeça de Bernard, que poderia ter mandado direto para o gol, mas ele tentou escorar para Jô. Antes da conclusão do camisa 32, Lima, ex-Galo, chegou e evitou gol certo do Alvinegro.
No fim da etapa inicial, a Portuguesa marcou um gol ilegal, anulado pelo árbitro Elmo Cunha. Bruno Mineiro dominou no canto da área com a coxa e a bola bateu no braço do atacante, que estava aberto. Ele finalizou e marcou, mas não valeu.
Logo no início do segundo tempo, novo lance polêmico no ataque paulista. Desta vez, a Portuguesa marcou e teve o gol validado. Após cobrança de falta cruzada na área, Bruno Mineiro e Victor disputaram a bola em jogada aérea. No rebote, Léo Silva finalizou uma vez e foi bloqueado, na segunda tentativa, a bola entrou.
Logo depois, o Atlético-MG tentou a resposta. Após levantamento para a área, Jô brigou pela bola que sobrou com Bernard. O meia bateu cruzado, e no meio do caminho Leonardo Silva tentou fazer de letra, mas a bola saiu fraca. Dida defendeu com tranquilidade.
Vendo o time apático em campo, Cuca fez mais uma alteração, esta já tradicional. Ele sacou Danilinho para a entrada de Guilherme, com o objetivo de dar mais qualidade ao passe final e até ao arremate contra o gol de Dida.
O gol de empate aconteceu aos 20 minutos. Ronaldinho cobrou falta. A bola explodiu na defesa da Portuguesa e sobrou para Bernard finalizar no ângulo. Mas, pouco tempo depois, o Galo perdeu um jogador por expulsão, após falta de Leonardo Silva em Boquita.
Nos minutos finais da partida, a Portuguesa levou pressão ao gol atleticano, mas Victor salvou o Galo de sofrer o gol com boas defesas. De um lado, torcedores da Lusa felizes com a disposição que viram em campo. De outro, os atleticanos que deixaram o Canindé ainda na vice-liderança, mas satisfeitos por terem chegado ao fim um mês difícil como foi o de setembro, com apenas duas vitórias no Brasileirão. 
Na próxima rodada, o Galo tenta a vitória contra o Figueirense, no Independência, sábado, às 18h30. A Portuguesa recebe o Sport na quinta-feira, às 21 horas.

Compartilhe com seus amigos:
Sobre o Autor:
Ana Paula Xavier

Ana Paula Xavier

Escritora do Galo Forever. Fanática pelo CAM. Adoro minha família e amigos. Personalidade forte.

0 comentário(s):

Postar um comentário

Redes Sociais

Total de visualizações de página

Arquivo do blog

Receba novidades por e-mail

Copyright © Galo Forever Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com