Uma História, uma só paixão

18 de outubro de 2012

Galo e Santos ficam em igualdade em jogo marcado por sustos na Vila

Foto: Fanpage Galo Doido
Foi uma jornada complicada para o Atlético. O time levou 2 a 0 com 10 minutos de jogo, mas reagiu e buscou o 2 a 2, ainda no primeiro tempo, na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na Vila Belmiro, o Galo precisou superar outros obstáculos. Na etapa inicial, o zagueiro Rafael Marques levou pancada na cabeça e deixou o gramado imobilizado, após 10 minutos de atendimento em campo. No segundo tempo, Bernard também deixou a equipe após pancada na cabeça, deixando o time com 10 atletas em campo.
Nas arquibancadas, a torcida do Atlético-MG fazia menção de reverência ao ídolo Ronaldinho Gaúcho. Dentro de campo, antes do início do jogo, o próprio Neymar repetiu o gesto antes de cumprimentar R49 e trocou palavras ao pé do ouvido com o meia. Quando a bola rolou, o jovem astro, completando 200 jogos pelo Santos, fez um golaço, mas não foi decisivo. Ronaldinho também ajudou o Galo com passes, e no fim o placar foi de 2 a 2 na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro. Apesar disso, valeu muita a presença do atacante de moicano, que enfrentou maratona vindo da Polônia, onde a Seleção venceu o Japão por 4 a 0, na terça-feira, até o Brasil.
Dezessete segundos. Foi o tempo necessário para o Santos jogar água fria na esperança atleticana. Na saída de bola, Felipe Anderson ganhou dos marcadores na velocidade, cruzou e Miralles empurrou a bola para as redes: 1 a 0.
O Atlético ainda tentava se organizar quando o Peixe aumentou a decepção para os mineiros. Aos 10 minutos, Neymar, com um toque, passou a bola entre as pernas de Rafael Marques, depois deixou dois no chão, avançou, cortou Junior César e fez um golaço: 2 a 0.
Ameaçava-se uma goleada santista, mas do outro lado estava o Atlético-MG, vice-líder e com astros do porte de Ronaldinho Gaúcho e Bernard. Cuca escalou pela primeira vez no Brasileirão três volantes, mas o plano de segurar Neymar já parecia ter ido por água abaixo. Foi então que a partida ganhou contornos de jogaço. A reação mineira começou aos 17. Pela direita, Serginho deu belo drible da vaca em Léo e cruzou na cabeça de Bernard, que diminuiu a vantagem dos donos da casa: 2 a 1.
Quando parecia que o Galo não encontraria forças para reagir, o time surpreendeu e buscou o empate. Aos 17 minutos, Serginho fez grande jogada, cruzou e Bernard diminui, de cabeça. Aos 26, Bernard recebeu lançamento e dividiu com o goleiro Rafael. A bola sobrou para Jô, que marcou: 2 a 2.
Na mesma jogada de contra-ataque que originou o gol do Galo, o zagueiro Rafael Marques se chocou de cabeça com o companheiro Leonardo Silva e caiu desacordado no gramado. Aflitos com a situação, jogadores de Santos e Atlético-MG cobraram a presença da ambulância no gramado, mas o veículo não conseguiu acessar o campo, por conta de uma rampa e da falta de espaço. Só depois de 11 minutos dois funcionários do Corpo de Bombeiros imobilizaram o jogador e o retiraram do estádio direto para o Pronto Socorro ao lado do hospital Santa Casa de Santos.

Foto: Google Imagens
No segundo tempo, as duas equipes tiveram chances. Logo no primeiro minuto, Richarlyson, livre, cabeceou rente à trave. Aos 22, Ronaldinho lançou Junior César, que bateu para fora. Dois minutos depois, Neymar quase fez para o Santos. O goleiro Victor se esticou para espalmar o chute colocado. Aos 30, foi a vez de Miralles levar perigo na finalização.
Ainda houve tempo para mais drama na Vila Belmiro. Aos 32, Bernard chocou-se com Henrique e caiu no gramado pedindo substituição, mas Cuca já havia feito todas as modificações. O meia foi retirado de maca e colocou um colete protetor na região do pescoço. Em função do problema com Rafael Marques, os médicos do Atlético-MG foram mobilizados para o hospital com o jogador. Sem profissionais do Galo para atender os atletas do time mineiro, o médico Rodrigo Zogaib, do Santos, ficou encarregado pelos jogadores das duas equipes e examinou o atacante, que foi para o vestiário.
Dramas e problemas à parte, o placar seguiu igual ao do primeiro tempo, e os dois times saíram frustrados com a igualdade. Agora, o Peixe vai a Campinas encarar a Ponte Preta, neste domingo, às 18h30m, no estádio Moisés Lucarelli. E sem Neymar, punido pelo STJD. O Atlético-MG, por sua vez, recebe o Fluminense em jogo com cara de final, no estádio Independência, às 16h, também no domingo. As duas partidas são válidas pela 32ª rodada do Brasileirão.

Votem no nosso blog no TopBlog. Abaixo segue o link.

http://www.topblog.com.br/2012/index.php?pg=busca&c_b=13140388
Compartilhe com seus amigos:
Sobre o Autor:
Ana Paula Xavier

Ana Paula Xavier

Escritora do Galo Forever. Fanática pelo CAM. Adoro minha família e amigos. Personalidade forte.

0 comentário(s):

Postar um comentário

Redes Sociais

Total de visualizações de página

Arquivo do blog

Receba novidades por e-mail

Copyright © Galo Forever Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com