Uma História, uma só paixão

14 de março de 2013

Galo 100% supera altitude e garante vaga nas oitavas

Foto: GoogleImagens

Nem a altitude de 3.600 metros de La Paz, nem o The Strongest. Os obstáculos bolivianos não foram capazes de segurar o Atlético, único clube com campanha 100% na Copa Libertadores. Na noite desta quarta-feira, o Galo, na raça, bateu o Strongest, na Bolívia, por 2 a 1, em jogo válido pela quarta rodada do Grupo 3. Com duas rodadas de antecedência, já assegurou a classificação às oitavas de final. O Alvinegro foi a 12 pontos, seguido pelo São Paulo (quatro), The Strongest (três) e Arsenal (um). Nesta quinta-feira, o time paulista e o campeão argentino se enfrentam na Argentina. Se o Tricolor paulista tropeçar, o Atlético garante também o primeiro lugar do grupo.
Com a bola rolando, cada time procurou explorar seu potencial. O Atlético não abriu mão de trabalhar jogadas para se aproximar da meta adversária. Já o The Strongest arriscou quase todas de fora da área, aproveitando a velocidade maior da bola na altitude.
O time do Galo desperdiçou duas boas chances antes mesmo de abrir o placar. Aos quatro minutos, com Jô, que chutou para fora, e aos sete, com Réver, que cabeceou e exigiu boa defesa do goleiro Vaca.
Aos 9 minutos, Jô tentou duas vezes até cruzar a bola na cabeça de Diego Tardelli, que completou para as redes: 1 a 0. O Atlético ainda teve mais duas oportunidades, com Bernard, que parou na defesa de Vaca, e Tardelli, que finalizou para fora.
Mesmo criando muitas chances no ataque, o Galo não soube bloquear a jogada mais perigosa e já esperada do The Strongest: os chutes de fora da área. Os bolivianos ameaçaram principalmente pelo lado direito da defesa atleticana e no chute de Cristaldo, o The Strongest empatou a partida. O goleiro Victor não segurou e Reina aproveitou o rebote para fazer 1 a 1.
O Galo, no segundo tempo, até teve dois bons lances, com Tardelli, de frente para o gol, travado no momento do chute, e Bernard, que bateu por cima. Mas o time recuou demais, errou muitos passes e parou de segurar a bola no ataque.
Já o time boliviano cresceu. Aos 10 minutos, Leonardo Silva, em cima da linha, salvou o Galo. Os chutes de fora da área seguiram ameaçando. O Atlético apostou nos contra-ataques. Aos 24 minutos, o Atlético teve tudo para fazer o gol. A troca de passes terminou com Barrera desviando antes de a bola chegar para Jô, livre, marcar.
Mas, aos 37 minutos, o Atlético-MG pulou na frente. Serginho, com fôlego, arrancou pela direita, chegou à linha de fundo e cruzou rasteiro, buscando Ronaldinho Gaúcho. Méndez, apavorado com a presença de R10, ao tentar tirar a bola, tocou para as próprias redes. Gol contra, e Galo na frente, garantindo mais três pontos.
Com a vitória, o Atlético-MG chegou aos 12 pontos, assumiu a liderança geral da competição e está garantido, de forma definitiva, na próxima fase, independentemente do resultado entre São Paulo e Arsenal, nesta quinta-feira. As duas equipes se enfrentarão às 21h30m (de Brasília), no estádio Julio Grondona, em Sarandí, na Argentina.

Compartilhe com seus amigos:
Sobre o Autor:
Ana Paula Xavier

Ana Paula Xavier

Escritora do Galo Forever. Fanática pelo CAM. Adoro minha família e amigos. Personalidade forte.

0 comentário(s):

Postar um comentário

Redes Sociais

Total de visualizações de página

Arquivo do blog

Receba novidades por e-mail

Copyright © Galo Forever Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com