Uma História, uma só paixão

15 de abril de 2013

Com um a menos, Galo B larga na frente, mas cede virada a Caldense

Foto: GoogleImagens

Com o time titular poupado para a disputa da Taça Libertadores, o Galo não manteve o mesmo rendimento e vitorias da temporada contra a Caldense, neste domingo, pelo Campeonato Mineiro. Com a expulsão de Carlos César, ainda no primeiro tempo, o Atlético ainda abriu o placar com Guilherme, mas a Veterana marcou duas vezes na etapa final e ficou com os três pontos. Nena e Chimba creditaram a vitória para a Caldense.
Com um time formado exclusivamente por reservas, o Atlético-MG demorou a se encontrar em campo. A falta de entrosamento era nítida, sobretudo quando o time tinha a bola nos pés. Com isso, a Caldense começou pressionando, empurrada pela participativa torcida de Poços de Caldas. Mesmo assim, Giovanni foi exigido apenas uma vez, em cobrança de falta de Edmilson.
Serginho, em cobranças de falta, tentava incomodar a Veterana. Mas Alecsandro, aos 17 minutos, que quase marcou o primeiro gol. Ele tabelou com Araújo e bateu de primeira, mas para fora.
Quando o Atlético passou a aparecer mais no ataque, o time ficou com um a menos. Carlos César, que vinha jogando muito mal, levou o segundo amarelo aos 32 minutos após fazer falta em Rossini. O lateral-direito havia recebido o primeiro sete minutos antes, após parar Maxsuel.
Com um a menos, o Galo abriu o placar, no fim da primeira etapa. Rodrigo Paulista puxou Guilherme dentro da área e cometeu pênalti. O próprio camisa 10 bateu, no cantinho do gol de Glaysson, sem chances de defesa.
A vantagem no placar deu tranquilidade ao Galo, tanto que Guilherme quase marcou mais um logo no início da etapa final. Vendo que a equipe vinha mal, Tarcísio Pugliese resolveu promover duas alterações antes dos dez. Entraram Simião e Chimba nas vagas de Edmilson e Djavan, respectivamente. As alterações surtiram efeito e a Veterana chegou ao empate aos 19. Um minuto antes, Nena recebeu na esquerda e soltou uma bomba, para bela defesa de Giovanni, que colocou para escanteio. Livre nesta, o goleiro falhou na jogada seguinte: saiu em falso, e o próprio Nena marcou de cabeça.
Sem lances de grandes perigos dos dois lados, o jogo poderia caminhar para o empate. Mas Chimba virou o marcador. De cabeça, ele acertou o ângulo de Giovanni, após com cruzamento da esquerda. Com a desvantagem, o time de Cuca se lançou ao ataque. Alecsandro obrigou Glaysson a fazer boa defesa. O camisa 9 bateu no canto, após receber passe de Guilherme. O Galo “B” tentou, mas saiu de campo derrotado.
A derrota interrompeu uma série de 13 vitórias seguidas do Galo e deu chances de classificação à Caldense. O time chega à última rodada com a chance de alcançar uma vaga no G-4. Para isso, precisa vencer o América de Teófilo Otoni no domingo e torcer por uma derrota do Tombense e pelo menos um empate do Tupi.
O Galo permaneceu com 24 pontos e tem apenas um jogo a fazer. Mas, antes, a equipe volta suas atenções para a Libertadores, onde encara o São Paulo, quarta-feira, às 22h, no Morumbi. Na última rodada da fase classificatória do Mineiro, no próximo domingo, todos os jogos serão no mesmo horário, às 16h (de Brasília). O Galo recebe o Villa Nova no Mineirão.

Compartilhe com seus amigos:
Sobre o Autor:
Ana Paula Xavier

Ana Paula Xavier

Escritora do Galo Forever. Fanática pelo CAM. Adoro minha família e amigos. Personalidade forte.

0 comentário(s):

Postar um comentário

Redes Sociais

Total de visualizações de página

Arquivo do blog

Receba novidades por e-mail

Copyright © Galo Forever Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com