Uma História, uma só paixão

18 de abril de 2013

Galo cai diante do Tricolor que se classifica as oitavas

Foto: GoogleImagens
Com intuito de eliminar o São Paulo da Libertadores, o Atlético acabou derrotado no Morumbi, por 2 a 0, com gols de Rogério Ceni e Ademílson. Agora, os dois clubes se enfrentaram novamente, pelas oitavas de final, em duelo do melhor da fase de grupo contra o pior segundo colocado.
Nesta quarta feira, aquele bom futebol do time alvinegro nas primeiras rodadas não se repetiu. A velocidade de Tardelli e Bernard fizeram muita falta. Precisando desesperadamente da vitória, para manter-se vivo na competição, fez um jogo de muita raça. E para garantir a classificação, contou com um triunfo do Arsenal, na Argentina, bateu o The Strongest.
O inicio do jogo começou num ritmo acelerado para ambas as equipes, o que não significou muitos lances de perigo. Com muita correria em campo, disputas de bolas, mas poucas jogadas ofensivas efetivas. E assim foi durante todo o primeiro tempo.
Muitos lançamentos longos, quando o Galo estava com a bola no pé. Com mais posse de bola, o time paulista, não conseguir passar pela defesa alvinegra.
Um lance, aos 26 minutos, assustou os paulistas. Em uma arrancada de Jô pela direita, ele tentou o cruzamento, mas a bola bateu na defesa são-paulina e saiu a escanteio e quase não encobri Rogério Ceni e entrou.
Victor, apesar de não ser incomodado com o ataque do São Paulo que, se mostrava presente na defesa alvinegra, tentava o gol com jogadas pelas laterais do campo. Já o Galo, com a bola, não conseguia encaixar nenhum contra ataque, arma mortal no time nas primeiras partidas da competição.
Ao final da primeira etapa, R10 bateu uma falta direto, com curva, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora.
Na etapa final, Cuca resolveu mudar e tirou Luan, que pouco participou do jogo e colocou Alecsandro, e se justificou dizendo que era para segurar um pouco mais a bola no ataque. Mas o São Paulo continuou com mais posse de bola.
Aos 4 minutos, Carleto tentou o cruzamento, mas a bola foi direto para o gol. Victor buscou, no ângulo, e impediu que o São Paulo abrisse o marcador.
E a pressão Tricolor virou gol. Aloísio, aos 10 minutos, recebe um cruzamento dentro da área e o zagueiro Leonardo Silva puxa o braço do atacante e o juiz marca pênalti. Ceni cobrou e abriu o placar.
O time alvinegro se lançou mais ao ataque e o jogo começou a ficar ainda mais truncado pelo meio de campo. O São Paulo precisava se resguardar e o ataque atleticano não tinha sucesso nas suas investidas.
E o time paulista ainda aumentou o placar. Aos 37 minutos, Osvaldo deu uma bela arrancada pela esquerda, Richarlyson não acompanhou, que achou Ademílson livre. O atacante finalizou, Victor até tentou, mas a bola acabou dentro da rede dando a classificação para sua equipe.
No fim da partida, Neto Berola ainda teve uma chance. Leonardo Silva enfiou a bola para a corrida do atacante, mas Ceni chegou primeiro no lance.
Nas oitavas de final, caberá ao Atlético fazer valer a força já demonstrada nesta Libertadores, que lhe garantiu a primeira colocação geral da primeira fase, com cinco vitórias em seis jogos.
Compartilhe com seus amigos:
Sobre o Autor:
Ana Paula Xavier

Ana Paula Xavier

Escritora do Galo Forever. Fanática pelo CAM. Adoro minha família e amigos. Personalidade forte.

0 comentário(s):

Postar um comentário

Redes Sociais

Total de visualizações de página

Arquivo do blog

Receba novidades por e-mail

Copyright © Galo Forever Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com