Uma História, uma só paixão

3 de fevereiro de 2014

Jô marca duas vezes e Galo vence Nacional de virada

Foto: Google Imagens

O Galo esteve longe de ser o time que fez a torcida criar o grito “Caiu no Horto, tá morto”. Não foram apresentadas neste domingo contra o Nacional, pelo Campeonato Mineiro, aquela velocidade e intensidade que encurralavam os adversários em 2013. Fato de ter uma curta preparação para a equipe. Apesar disso, fez uma nova vitima. Suado, o Atlético venceu, de virada, por 2 a 1, com gols de Jô. Para o time de Muriaé, Jonathan marcou. Primeira vitória do time de Autuori como técnico. A partida também ficou marcada pela fratura sofrida por Emerson no tornozelo direito.
O Nacional encarou o Galo. Teve a primeira chance para abrir o placar, depois que Diego Tardelli perdeu a bola e Victor defendeu o chute de Júnior Lemos.
Morno, o jogo só teve emoções a partir dos 26 minutos, quando o goleiro do Galo trabalhou novamente para cortar a bola que desviou em Emerson.
A melhor chance do Atlético foi aos 29 minutos. Léo Medeiros cortou mal e a bola sobrou para Guilherme. O atacante Guilherme desperdiçou ao chutar por cima.
No contra-ataque, o Nacional quase marcou com Nei Mineiro. Cara a cara, o goleiro Victor levou a melhor. Aos 37, mais uma vez o camisa 1 evitou o gol, depois do chute de fora da área de Badé. No fim da etapa, o Atlético chegou com perigo, mas João Carlos defendeu o chute de Jô.
No segundo tempo, depois de ver a cobrança de falta de Dátolo triscar a trave, o Galo viveu momentos delicados.
Aos 12 minutos, Emerson fez falta em Jonathan na entrada da área. Na dividida, o zagueiro fraturou o tornozelo direito. Já amarelado, recebeu o segundo cartão e foi expulso. Na cobrança da falta, Victor salvou duas vezes, a segunda de maneira espetacular.
No minuto seguinte, o Nacional chegou ao gol. Léo Medeiros cruzou e Jonathan só escorou para as redes: 1 a 0.
A jornada só começou a melhorar para o Galo a partir dos 24 minutos, com a expulsão de América, também pelo segundo cartão amarelo. Quatro minutos depois, o empate atleticano, com Jô completando de peixinho a cobrança de falta de Dátolo.
O Atlético pressionou mais nos 15 minutos finais. Quase marcou com Diego Tardelli aos 32 minutos, mas o chute foi para fora. E lamentou o lance em que Neto Berola recebeu livre e tocou por cima do goleiro na saída do goleiro.

O gol da vitória só saiu aos 44 minutos. Dátolo deixou Jô livre na área. O atacante foi mais feliz e preciso que Berola. Tocou por cima e dentro da meta do Nacional: 2 a 1. Após o apito final, Márcio Alemão foi expulso.
Na próxima rodada o Galo enfrenta o Tombense às 22h no Estádio Independência.
Compartilhe com seus amigos:
Sobre o Autor:
Ana Paula Xavier

Ana Paula Xavier

Escritora do Galo Forever. Fanática pelo CAM. Adoro minha família e amigos. Personalidade forte.

Um comentário:

Redes Sociais

Total de visualizações de página

Arquivo do blog

Receba novidades por e-mail

Copyright © Galo Forever Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com