Uma História, uma só paixão

27 de março de 2014

Reinaldo, eterno ídolo da Massa

José Reinaldo de Lima, mais conhecido como Reinaldo, nasceu na cidade de Ponte Nova (MG), no dia 11 de janeiro de 1957. Aos 14 anos jogava no Pontevonense, um time do interior de Minas Gerais e Barbatana que na época era o técnico do juvenil do Atlético, esteve em Ponte Nova no dia 7 de setembro de 1971, para um amistoso contra o time de Reinaldo, mas neste dia Reinaldo não jogou porque estava participando do desfile de Independência como ciclista. Mas isso não foi um empecilho, afinal Barbatana já havia ouvido falar do futuro craque e decidiu esperar um dia e acabou assistindo a um jogo do garoto de que tanto falavam e assim que o viu em campo percebeu que não podia esperar para trazê-lo ao Atlético e foi nesse dia que Reinaldo começou a construir sua história no nosso Alvinegro.
   

Em 28 de janeiro de 1973, ele fez sua primeira partida como profissional no time, tinha apenas 16 anos e foi eleito revelação de 1973 pela crônica esportiva mineira. Mas em 1974, Reinaldo começou a ter problemas no joelho, problemas esses que o acompanhariam por toda a carreira e que o fariam se aposentar mais cedo, para tristeza da massa e do futebol que perderia o brilho com a sua ausência nos campos. Conquistou seu primeiro título ao ganhar de forma invicta o Campeonato Mineiro de 1976, e dois anos depois, daria início ao hexacampeonato que o Atlético conquistou, entre 1978 e 1983. É o artilheiro com maior média de gols em um único Campeonato Brasileiro (28 gols em 18 partidas, ou 1,55 por jogo, em 1977 )
                   
                                                            ( Fonte: Galo BSB ) 

Foi inclusive citado por Zico, grande jogador do Flamengo, no programa do SporTV, Bem Amigos, muitos anos depois. Zico disse que Reinaldo foi o melhor jogador que ele viu jogar depois de Pelé. Nessa época já era considerado o rei da torcida atleticana. Estava no auge da carreira quando passou pela 1ª cirurgia de um total de nove. Ele era tão talentoso que os zagueiros adversários não conseguiam pará-lo e apelavam para o antijogo, batendo sempre em seu joelho. Como o próprio Telê Santana falou em entrevista: ''E ele ia ficando cada vez mais habilidoso, ao longo dos anos. Com sua habilidade não sei se existiu algum.... O único jeito de pará-lo, infelizmente era com violência! E como ele foi caçado.''

Na partida Atlético 6 x 0 América-RN, válida pelo Campeonato Brasileiro de 1977, Reinaldo tabelou com Cerezo e recebeu a bola na entrada da área. Com um balanço de corpo, deixou a bola passar e levou o beque. Sem encostar na bola, Reinaldo tirou o goleiro do gol e tocou por cima dele, cobrindo-o espetacularmente de fora da área marcando o gol.
 
                               
                                                            ( Fonte: Tulane.edu )
                                 
                                    
                                                             ( Fonte: Matheus Galo )

Em 1977, foi considerado o maior jogador de Minias Gerais. Reinaldo era a alegria dos atleticanos. O menino simples, que se inspirou em Pelé e Garrincha, saiu do interior de Minas e chegou à Seleção em 1978. Mas as contusões não davam brecha e ele parou por 1 ano. Para comemorar o retorno do rei, o Atlético marcou um amistoso com o Santos no mineirão. Antes da partida todas as luzes foram apagadas e a torcida acendeu isqueiros para iluminar a volta do Rei. Reinaldo encerrou sua carreira prematuramente, defendeu o Galo de 1973 a 1985, jogou 475 jogos e balançou a rede 255 vezes.

                                                            ( Fonte: O globo )

O Galo é diferente, a torcida é apaixonada, é fanática, é vibrante. Aqui meus caros, você entra funcionário e sai ATLETICANO.


( Fontes de pesquisa: 'Imortais do futebol' e 'Galo Digital' )

Compartilhe com seus amigos:
Sobre o Autor:
Lisandra Maria de Paiva

Lisandra Maria de Paiva

3 comentários:

  1. Exelente Texto ! Lisandra Paiva ! :)

    ResponderExcluir
  2. Olá, Lisandra!
    Certa vez Zico disse se não fosse os problemas acompanhado Reinaldo ele teria todas as chances de quebrar a e hegemonia de Pelé. http://www.euvistoacamisadogalo.com.br/

    ResponderExcluir

Redes Sociais

Total de visualizações de página

Arquivo do blog

Receba novidades por e-mail

Copyright © Galo Forever Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com