Uma História, uma só paixão

18 de abril de 2014

Anelka não serve nem pra meio termo

                Desde o seu nascimento em 1908, o Clube Atlético Mineiro é o soberano de Minas Gerais. Por aqui, já passou Reinaldo, Cerezo, Éder Aleixo entre outros ídolos. Figuras importantíssimas que contribuíram para sermos o que somos hoje. 
                Atualmente, Ronaldinho Gaúcho e São  Victor, sustentam a imagem de heróis que os atleticanos possuem. Pouquíssimos são aqueles que conseguirão tal façanha e quem percebeu isso, foi Nicolas Sebastien, o futebolista francês, Anelka.
               O jogador de trinta e cinco anos foi anunciado por Alexandre Kalil via twitter. A MASSA explodiu e nem todos aceitavam a nova contratação. Era um reforço dentro das quatro linhas ou tudo não passava de publicidade? 
                Anelka não serve nem pra meio termo. Depois da irresponsabilidade mostrada ao Atlético, o presidente do Clube alvinegro desistiu da contratação e mandou o jogador ir plantar batata. Nicolas respondeu que história não passava de fantasia.
                As cores do Atlético pesaram, é difícil ser ídolo de uma multidão. Quando você entra no GALO só vale o que você vai conquistar lá dentro. Título de melhor do mundo torna-se pequeno comparado ao título de ser atleticano.
                Meu caro, Anelka, não somos cento e seis anos de ficção. Quem perdeu foi você. A maior fantasia aqui, é você achar mesmo que por um instante, que se igualava ao Atlético. 
Compartilhe com seus amigos:
Sobre o Autor:
Thaís de Lima

Thaís de Lima

Portadora de sangue preto e branco.

0 comentário(s):

Postar um comentário

Redes Sociais

Total de visualizações de página

Arquivo do blog

Receba novidades por e-mail

Copyright © Galo Forever Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com