Uma História, uma só paixão

24 de abril de 2014

Encurralado, Galo perde para Nacional, com excelente atuação de Victor

Foto: globoesporte.com

O Atlético demonstrava que não estava em campo. Apenas se defendeu e contou com brilhante atuação de Victor, em noite inspirada. Andava para se segurar, no sufoco, um empate com o Nacional de Medellín. Mas no fim, foi castigado pela falta de objetividade, em um chute de Cárdenas de fora da área. Saiu da Colômbia derrotado por 1x0, no primeiro jogo das oitavas de final da Copa Libertadores. O confronto de volta acontece na próxima semana, quinta feira, no Independência.
Com a volta de Réver ao time e na lateral direita Otamendi, viu o Nacional de Medellín criar as melhores chances. Passando por momentos complicados, a defesa contou, mais uma vez, com as qualidades do goleiro Victor.
Com o meio de campo ganho, o Nacional ameaçou desde o início da partida. Aos 19 minutos, Valência evitou a saída da bola, cruzou e Duque cabeceou para fora.
Daí, o camisa 1 atleticano começou a brilhar aos 27 minutos. Após salvar no cruzamento de Mejía, Victor fez excelente defesa no cabeceio de Cárdenas. Aos 32, depois que Emerson Conceição perdeu a bola, Bocanegra chutou e se esticou todo para evitar o gol.
O Galo não valorizava a posse de bola ofensivamente. As jogadas não eram trabalhadas. Limitado a arrancadas de Tardelli e Fernandinho e sem muito perigo. Em uma delas, Fernandinho recebeu passe de Ronaldinho, cruzou e Jô não conseguiu completar.
A melhor oportunidade alvinegra, no primeiro tempo, foi aos 40. Quando R10 cobrou falta e a bola sobrou pra Tardelli. Pegando de primeira, a bola passou na boca do gol e Jô não alcançou.
A pressão colombiana continuou na etapa final. O Galo estava muito apático no ataque. Na defesa, a equipe ia se segurando contando com as belíssimas defesas de “São Victor”.
O goleiro apareceu bem aos cinco, 19 e 28 minutos. Esse último lance, ele defendeu uma bola que tinha o ângulo como endereço certo, no chute de Díaz.
Por uma bola no ataque, o Atlético jogava. E teve oportunidade, em contra-ataque aos 23, quando Jô não acertou o passe para Tardelli, que estava livre na entrada da área.
Faltando 15 minutos para o fim da partida, Autuori arriscou mudanças no Galo. Ao sacar Fernandinho e Ronaldinho para as entradas de Marion e Guilherme. Na primeira jogada da dupla, Guilherme colocou Marion, de frente ao gol colombiano, que bateu e fez com que Armani trabalhasse para evitar o gol.
Nos acréscimos, o Nacional chegou ao gol. Cárdenas arriscou de fora da área e, desta vez, Victor não conseguiu evitar: 1 a 0, aos 46 minutos de jogo.



Compartilhe com seus amigos:
Sobre o Autor:
Ana Paula Xavier

Ana Paula Xavier

Escritora do Galo Forever. Fanática pelo CAM. Adoro minha família e amigos. Personalidade forte.

0 comentário(s):

Postar um comentário

Redes Sociais

Total de visualizações de página

Arquivo do blog

Receba novidades por e-mail

Copyright © Galo Forever Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com