Uma História, uma só paixão

4 de abril de 2014

São Victor aparece, garante empate e classificação do Galo às oitavas

Foto: GoogleImagens
O Atlético, com uma rodada de antecedência, stá classificado às oitavas de final da Copa Libertadores. A vaga foi garantida nesta quinta-feira, quando o time empatou com o Independiente Santa Fé por 1 a 1 no Estádio El Campín, em Bogotá, na Colômbia.
A intenção do Atlético era segurar o ímpeto inicial do Independiente Santa Fe. Nada melhor que um gol nos primeiros minutos para cumprir o roteiro. Foi um gol que aliou inteligência e velocidade. Aos sete minutos, Guilherme recebeu de Pierre, tabelou com Jô e, da entrada da área, bateu firme e fez 1 a 0.
O Galo contou com Victor para segurar a vantagem. Aos 13 minutos, o goleiro fez bela defesa depois da finalização de cabeça de Copete. Aos 17, a zaga não cortou o cruzamento e a bola sobrou para Anchico cortar Dátolo, chutar e Victor fazer a intervenção. Aos 31, o camisa 1 abafou a cabeçada de Ferreira.
Mesmo com Ronaldinho e Tardelli “apagados” em campo, o Atlético teve chances para ampliar no primeiro tempo. Aos 26 minutos, no contra-ataque, Guilherme deixou Jô na cara do gol, mas o atacante se desequilibrou e chutou em cima de Vargas. Aos 44, Ronaldinho cobrou falta e Leo Silva cabeceou para fora.
Na etapa final, o Galo não segurou a bola no ataque e permitiu que o Santa Fe se aproximasse da área. O Alvinegro ainda desperdiçou uma oportunidade com Ronaldinho, que tentou por cobertura, para fora. Mas, aos 17 minutos, sofreu o gol de empate. Cuero, livre, cabeceou forte, sem chances para Victor: 1 a 1.
Na defesa, o Atlético continuava dando espaços, atraindo o time colombiano. O Santa Fe arriscou chutes da entrada da área. Aos 24, Cuero chutou rente à trave. Três minutos depois, Arias exigiu boa defesa de Victor.
O goleiro alvinegro salvou o Galo em lances seguidos. Aos 32 minutos, Marcos Rocha falhou e Copete mandou a bomba em cima de Victor. No lance seguinte, Medina pegou de primeira e o arqueiro voltou a se destacar. O Atlético quase assegurou a vitória aos 37 minutos, quando Ronaldinho lançou Neto Berola na área. Sozinho, o atacante isolou.
Na última rodada, o Galo, que tem nove pontos, recebe o Zamora-VEN, com sete, e tenta buscar os três pontos para se consolidar na liderança do grupo, e tentar melhorar a posição na classificação geral da Libertadores. Já o Santa Fé, que tem cinco, terá que ir ao Paraguai vencer o Nacional, também com cinco pontos, para ficar com a segunda vaga. Além disso, os colombianos ficam na torcida pelo Galo, para que os venezuelanos permaneçam com sete pontos. Os dois jogos serão na próxima quinta-feira, às 17h30m (de Brasília).

Compartilhe com seus amigos:
Sobre o Autor:
Ana Paula Xavier

Ana Paula Xavier

Escritora do Galo Forever. Fanática pelo CAM. Adoro minha família e amigos. Personalidade forte.

Um comentário:

Redes Sociais

Total de visualizações de página

Arquivo do blog

Receba novidades por e-mail

Copyright © Galo Forever Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com