Uma História, uma só paixão

28 de agosto de 2014

Atlético joga água no chopp palmeirense e Luan garante festa alvinegra

Foto: GoogleImagens
Em noite de comemorações da torcida do Palmeiras pelos 100 anos de fundação do clube, quem levou a melhor foi o Atlético. No Pacaembu, o Galo jogou o suficiente e se beneficiou da desorganização tática do adversário para vencer por 1 a 0, em sua estreia na Copa do Brasil. Na próxima quinta-feira, o alvinegro joga por um empate no Independência para voltar a disputar as quartas de final do torneio, depois de quatro anos.
O Galo que, não vencia fora de casa desde 16 de julho quando ganhou do Lanús por 1 a 0, na Argentina, na decisão da Recopa. Os trunfos atleticanos para a vitória foram a valentia e a regularidade nos 90 minutos. Melhor desde o início, o alvinegro soube controlar os momentos de pressão do time da casa. A torcida palmeirense deixou o Pacaembu triste e revoltada com mais uma exibição ruim do alviverde. Ela já estava decepcionada com a desistência da contratação de Ronaldinho Gaúcho, que não chegou a acordo com a diretoria. Agora, o foco dos paulistas passa a ser a fuga do rebaixamento no Brasileiro. O desafio do técnico Ricardo Gareca é formar um time sólido e competitivo, além de se garantir no cargo, já que a pressão é cada vez maior.
Com defesas difíceis, em chutes de Diego Tardelli, Pedro Botelho e Jô, o goleiro palmeirense Fábio se transformou no nome do primeiro tempo. No entanto, seus colegas pouco fizeram para presentear a torcida. Pelo contrário. Limitado tecnicamente, o Palmeiras deixou claro o motivo de estar ameaçado pela degola no Brasileiro. Com isso, o Galo não teve trabalho para se defender. O lance capital da etapa inicial ocorreu depois do pênalti duvidoso de Jemerson em Mazinho. Henrique cobrou e marcou, mas o árbitro mandou voltar por invasão. Na segunda tentativa, o jogador chutou para fora.
O Verdão foi para o tudo ou nada no segundo tempo e o Atlético diminuiu seu ímpeto ofensivo, esperando o adversário atacar. No entanto, a falta de qualidade ofensiva do time de Ricardo Gareca pesou muito na criação. Bem postada, a defesa atleticana conseguiu parar, sem dificuldades, Mazinho, Diogo e Henrique.
Premiado pela estabilidade durante toda a partida, o Galo fez o gol da vitória aos 25min da etapa complementar, graças a uma jogada de Maicosuel, que até então estava apagado. Ele cruzou da esquerda e Luan, que havia acabado de entrar no lugar de Rafael Carioca, tocou de cabeça na saída de Fábio. No restante do jogo, o time mineiro soube atuar com inteligência e segurar o resultado positivo, que o coloca a um passo da vaga na próxima fase da Copa do Brasil.
Pelo Brasileiro, o Galo volta a campo contra o Coritiba, no domingo, no Couto Pereira.


Compartilhe com seus amigos:
Sobre o Autor:
Ana Paula Xavier

Ana Paula Xavier

Escritora do Galo Forever. Fanática pelo CAM. Adoro minha família e amigos. Personalidade forte.

0 comentário(s):

Postar um comentário

Redes Sociais

Total de visualizações de página

Arquivo do blog

Receba novidades por e-mail

Copyright © Galo Forever Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com