Uma História, uma só paixão

7 de agosto de 2014

Galo arranca empate nos acréscimos contra Chapecoense

Foto: GoogleImagens

Em partida adiada, devido ao jogo disputado pela Recopa, o Galo teve a oportunidade de conquistar seus objetivos no Campeonato Brasileiro. Porém, não foi neste jogo que o time mineiro conseguiu esse feito. O time de Levir arrancou um empate suado contra a Chapecoense na Arena Condá, nesta quarta feira, por 1 a 1 e não alcançou a quinta colocação na tabela. Leonardo Silva, nos minutos finais, decretou a igualdade que amenizou a situação alvinegra. Mesmo assim, a chance de colar no G-4 foi desperdiçada. O gol dos donos da casa nasceu após cobrança de escanteio, com falha no corte de Emerson Conceição, e tento marcado por Jaílton.
O time catarinense e o time mineiro começaram um jogo muito lento, com muita pouca chance criada. A primeira finalização veio pelo alvinegro aos 12 minutos com André. Durante a etapa inicial o Galo já perdeu o zagueiro Réver com dores no tornozelo. E antes mesmo do inicio da partida Leandro Donizete que sentiu a panturrilha.
Com mais posse de bola, o Galo pecou na transição dos últimos lances. A Chapecoense, por outro lado, apostou na velocidade de Fabinho, e contra-atacou com muito perigo em duas oportunidades.
O volante Pierre chegou a sair mais para o jogo, e apareceu em duas oportunidades na ala direita. Numa dessas subidas, ele cruzou e a bola desviou na defesa, quase enganando o goleiro Danilo.
A falta de objetividade do Atlético foi castigada aos 41 minutos. Em cobrança de escanteio, a defesa não cortou direito e o zagueiro Jaílton, livre de marcação, escorou para o fundo das redes: 1 a 0 para os donos da casa. A fase não é boa para Emerson Conceição. Com pouco aproveitamento nos cruzamentos, ele ainda foi quem não conseguiu cortar com precisão a jogada que originou o gol da Chapecoense.
O técnico Levir Culpi gastou suas duas últimas substituições no intervalo, já que no primeiro tempo foi obrigado a tirar Réver, machucado. Colocou em campo o meia Dátolo e o atacante Luan, assim como havia feito durante a segunda etapa da vitória sobre o Atlético-PR. Mas desta vez o sacado foi Maicosuel, e não Guilherme. Saiu junto com André. Novamente, as mudanças surtiram efeito. O Alvinegro voltou muito melhor e foi ainda mais o dono das ações. A equipe da casa se limitou a defender com um forte esquema de marcação.
A falta de criatividade e ousadia fez com que o Atlético não chegasse perto do empate. Sem um homem de referência, o time cruzou bolas na área, mas ninguém apareceu para finalizar. A melhor jogada nasceu aos 42 do segundo tempo, mas Danilo abafou o chute de Luan.
Quando tudo caminhava para uma derrota, Leonardo Silva, de cabeça, apareceu para empatar. O zagueiro aproveitou escanteio batido por Dátolo e testou forte: 1 a 1 na Arena Condá.



Compartilhe com seus amigos:
Sobre o Autor:
Ana Paula Xavier

Ana Paula Xavier

Escritora do Galo Forever. Fanática pelo CAM. Adoro minha família e amigos. Personalidade forte.

0 comentário(s):

Postar um comentário

Redes Sociais

Total de visualizações de página

Arquivo do blog

Receba novidades por e-mail

Copyright © Galo Forever Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com