Uma História, uma só paixão

19 de setembro de 2014

No nosso terreiro, quem bica é o GALO!

O que faz um Clássico? O que credencia um Clássico a ser realmente um Clássico? De maneira geral, um Clássico ultrapassa o seu tempo, sobrevive a várias gerações, vive mais do que ele mesmo, une e do mesmo modo, divide multidões. Para ficar bem claro, aí vai um exemplo definitivo e indiscutível: GALO x Cruzeiro, o maior Clássico do Brasil!

A princípio você deve questionar - "E os outros estados? Eles também possuem jogos de tirar o fôlego." Amigo, nenhum deles é igual GALO x Cruzeiro. Todavia, o mais importante e o mais patético, é o que torna esse Clássico o melhor: o contraste entre os torcedores. De um lado, a soberania, toda uma história marcada por sofrimento, glórias e uma torcida espetacular. Do outro, vaidade e pequenos seres sedentos por títulos.

Mais do que um jogo, é a vida dos próprios atletas que estão em campo. Por detrás daquelas chuteiras, existe a família dos jogadores - que abandonaram o próprio time, pra usar o escudo do ideal que está entre as quatro linhas -.

Desde que o país conheceu os times de Minas, ele nunca mais foi o mesmo. Parem o trânsito, coloquem as bandeiras nas costas, sigam para o estádio, a bola vai rolar! Assim como descobriram o melhor Clássico, descobriram também, o vencedor do melhor Clássico. A mais importante lição do "Mineirismo Classiquês": VAI DAR GALO!

Domingo é dia de milhões de pessoas estarem de olho no time do povo! A toda hora e em toda parte, há quem chegue e rosne ao nosso ouvido: - "O Atlético é raça, é amor, essa arrogância azul tem que ser castigada!" E vai. Deixem que digam o que quiserem, seja no Horto ou no Mineirão, eles estarão no terreiro do GALO!

Objetará alguém que estou misturando a influência do Clássico, com as vitórias do Atlético! Pode até ser, mas não é minha culpa. Se tem que falar daquele que transcende as gerações, é obrigatório articular sobre o Atlético. O time de preto e branco carrega o título de vencedor, é o rei do melhor jogo do Brasil. Portanto, meu caro, GALO, prepare esse bico, firme essas asas e mostre mais uma vez, quem é soberano de Minas!

Com gols de Jô, Tardelli e Ronaldinho, Galo derrota Raposa por 3 a 0 - Foto: Bruno Cantini/Flickr Atlético-MG
Foto: Bruno Cantini/Flickr 
Compartilhe com seus amigos:
Sobre o Autor:
Thaís de Lima

Thaís de Lima

Portadora de sangue preto e branco.

4 comentários:

Redes Sociais

Total de visualizações de página

Arquivo do blog

Receba novidades por e-mail

Copyright © Galo Forever Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com