Uma História, uma só paixão

31 de outubro de 2014

A grande força do Atlético

Amigos, não há de ser difícil escolher o meu personagem da semana. Eu podia fazer de Levir o ator principal, já que foi tão criticado após as suas substituições. Mas um técnico tem razões que a razão desconhece. Comentei, então, de mim para mim "Preciso de algo grande, proporcional ao futebol que o Atlético joga em casa. Ou melhor, preciso daquela que faz o Atlético jogar." É com muita honra que escolho a maior torcida de Minas Gerais, para ser a protagonista de hoje.

No Maracanã, o GALO não fez a sua parte. Levou dois gols de um time apático, o meio campo parecia não existir, nossos zagueiros batiam cabeça e nosso ataque não funcionava. Durante os noventa minutos, nada se via de espetáculo por parte do Atlético. Mas o futebol jamais foi mudo,  e lá das arquibancadas, mais uma vez, a torcida do GALO  marcou presença. Ouvia-se gritos delirantes, estímulos vitais, preciosos e irresistíveis.

Parte indispensável do Clube, a MASSA é a eterna responsável pelo Atlético. A força do preto e do branco aqui em Minas é tão grande, que até as maiores potências pensam seriamente em absorver todo cidadão que ouse vestir uma camisa listrada. Elas representam um povo com instinto agudo, gente que destruiu e ainda destrói, os mais terríveis adversários imagináveis. 

Amigos, eis a verdade eterna do futebol: - o time é movido por seus fanáticos. Aí está o segredo! Os verdadeiros torcedores, os loucos, os pagadores de promessas. A torcida do Atlético já derrotou - e sozinha - o Newell's, Olimpia e Corinthians, fora o baile.

Certa vez, perguntei a um colega que veio ver seu time jogar contra o GALO, no Mineirão, pela sua décima vez: "Alguma coisa mudou?" Ele me olhou fixamente: "Nada. Os caras continuam iguais, fazem o mesmo barulho." Continuei: "E a multidão?" Resposta: "É a mesma! Esses torcedores são loucos." Insisti: "Por que vem de tão longe pra ver seu time jogar aqui contra o meu GALO?" Ele foi rápido: "Porque é um espetáculo."

E é em alto e bom som que cantaremos dia 5 de novembro. Daremos um show, não tenho dúvidas! Nada de imprensa, nada de eixo, nada de pensamentos negativos. Só ligue a tv ou pegue seu radinho, se for pra torcer. Quando estiver caminhando para o Mineirão, pense em vingança. Lá dentro, transforme as lembranças em grito. Jogaremos como se fosse o último jogo das nossas vidas.

Vá ver o GALO, atleticano. Essa história de dois gols de vantagem nós já conhecemos. Tire esse peso das costas, compareça! O Mineirão vai virar um inferno, sabemos da nossa força. Não deixe que subestimem o nosso GALO. Essa classificação é nossa e não permitiremos que ela seja tomada de nós.

 Foto: Araceli Souza

Compartilhe com seus amigos:
Sobre o Autor:
Thaís de Lima

Thaís de Lima

Portadora de sangue preto e branco.

Um comentário:

  1. Adorei todo o texto. A parte que mais gostei foi: "Vá ver o GALO, atleticano. Essa história de dois gols de vantagem nós já conhecemos." Cada dia que passa, gosto mais de seus textos.

    ResponderExcluir

Redes Sociais

Total de visualizações de página

Arquivo do blog

Receba novidades por e-mail

Copyright © Galo Forever Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com