Uma História, uma só paixão

3 de novembro de 2014

Galo perde para xará paranaense e sai do G-4

FOTO: GOOGLE IMAGENS

De terceiro colocado para a quinta posição. O Atlético deixou a zona de classificação à Libertadores ao ser derrotado por 1 a 0 pelo xará paranaense na noite deste domingo na Arena da Baixada, em Curitiba, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro.
O Galo segue com 54 pontos, mesma pontuação do quarto colocado, o Fluminense, que leva vantagem pelo saldo. O sexto (Grêmio) e o sétimo (Corinthians) também têm 54. Na próxima rodada, o Alvinegro enfrenta o Palmeiras em São Paulo, sábado que vem.
A partir de agora, o Galo volta todas as atenções para a Copa do Brasil. Nesta quarta-feira, às 22h, no Mineirão, o time joga para manter vivo o sonho do título. Derrotado por 2 a 0 pelo Flamengo no jogo de ida, no Maracanã, o Alvinegro tem de vencer por mais de dois gols de diferença para avançar. Uma vitória por 2 a 0 leva a decisão da vaga para as cobranças de pênaltis.
De olho no confronto com o Flamengo, o técnico Levir Culpi poupou alguns atletas contra o Atlético Paranaense: o zagueiro Jemerson, o lateral Marcos Rocha e o meia Dátolo.
O goleiro Victor não jogou porque estava suspenso. Giovanni foi o titular. O atacante Jô, que voltou a ser relacionado após os episódios que causaram seu afastamento dos treinos, iniciou a partida na reserva.
Para dar conta de duas competições, o técnico Levir Culpi disse antes da partida que o momento iria exigir 100% dos jogadores. Mas, assim que a bola rolou na Arena da Baixada, o Galo falhou na atenção.
O cronômetro marcava ainda 42 segundos quando a defesa alvinegra cortou mal a bola e o volante Paulinho Dias chutou de fora da área. A bola desviou em Edcarlos, enganou o goleiro Giovanni e foi para as redes: 1 a 0.
Depois do gol relâmpago, o jogo caiu em sequência de erros. O Galo foi só ataque, mas com muitas dificuldades para finalizar. O Furacão armou o contragolpe, mas sem jogadas de muito perigo.
Nos melhores lances, os mineiros não aproveitaram com Luan, que dividiu com o goleiro Weverton, e Carlos, que errou o cabeceio de frente para o gol.
Para a etapa final, o Galo voltou com Jô no lugar de Maicosuel. O time teve boa chance aos quatro minutos, com Leonardo Silva, mas o goleiro defendeu.
As oportunidades foram raras. E o Alvinegro não soube aproveitá-las. Em dois bons contra-ataques, puxados por Luan e Alex Silva, a equipe não conseguiu finalizar. Do outro lado, o Furacão tropeçava em suas limitações.
O Galo não encontrou forças para buscar o empate. Com time cheio de atacantes (Marion e Cesinha entraram), o time nada criou. Final de jogo: 1 a 0 para os donos da casa.

Compartilhe com seus amigos:
Sobre o Autor:
Ana Paula Xavier

Ana Paula Xavier

Escritora do Galo Forever. Fanática pelo CAM. Adoro minha família e amigos. Personalidade forte.

0 comentário(s):

Postar um comentário

Redes Sociais

Total de visualizações de página

Arquivo do blog

Receba novidades por e-mail

Copyright © Galo Forever Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com