Uma História, uma só paixão

24 de janeiro de 2015

Parabéns, São Victor!

Trinta de maio de Dois Mil e GALO, o Horto fervendo de atleticanos mascarados.

- Eles não vão guentááá o GALÃO da MASSA!

Mal sabiam os atleticanos que as máscaras e vestes usadas, apenas deixariam transparecer o grande episódio da noite: o pênalti marcado por Patrício Polic quando a partida já estava no fim.

- O que está acontecendo é mesmo verdade? Tudo vai acabar por aqui?

- Vou me virar de costas.

- São essas máscaras, elas não trouxeram sorte pra gente.

- Esquece essas máscaras, ele vai pegar.

- Santa mãe de Deus!

- Ele nunca pegou um pênalti por aqui, esse vai ser o primeiro e o mais bonito.

- Eu acredito!

- Vou ficar um ano sem tomar refrigerante!

- Se ele pegar mesmo, nunca mais eu corto cabelo nessa vida!

- Estende esse braço, goleirão.

Dito e feito. Ou melhor, quase isso. Ele pegou, ele iria pegar de qualquer jeito.

Trinta de maio de Dois Mil e GALO  é o dia que o atleticano se lembrará para o resto da sua vida.

Ali, diante daqueles fiéis portadores do sentimento alvinegro, concretizava-se o processo de canonização. Bem ali, meus amigos, surgia a predestinada perna esquerda, nascia o Santo do Horto, do Mineirão e do mundo! O  milagreiro, o libertador da nação atleticana: São Victor.

O Independência veio abaixo. Mais de um milhão de promessas a cumprir e aqueles loucos e alguns desfalecidos, mas todos atleticanos, só sabiam se abraçar e mostrar as mais puras lágrimas já derramadas numa partida de futebol. Choraram por todos os anos das suas vidas, choraram por tudo que já lhes fora tirado, choraram porque estavam libertos. Livres, graças à São Victor!

Quarta-feira (21/01) foi comemorado o aniversário do Santo! Parabéns, Victor Leandro Bagy! É com grande honra que a MASSA lhe abraça e aproveita pra lhe estender um contrato vitalício. Que seus eternos anos de vida sejam sempre lembrados por aqui e que em toda a sua vitalidade - ou não - você tenha como sua primeira pele, a camisa do Clube Atlético Mineiro!

Como já era de se esperar, parabenizo também o meu grande amigo Lucas Conrado Silva! Vou contar um segredo pra vocês, meus caros leitores, o cara é tão fã de São Victor, que pediu pra nascer poucos dias após o aniversário do Santo! Que sejam concedidas a vocês, muito atleticanismo e inevitáveis sorrisos provocados pelo mais belo amor ao GALO!

Ao Lucas, que todos seus sonhos voltados aos voos, sejam relativamente proporcionais a sua força para alcançá-los. E São Victor, abençoadas sejam suas luvas, que em você, as asas que Drummond fazia referência, permaneçam; e, que milagrosa continue sendo sua perna esquerda!

Sobre o Autor:
Thaís de Lima

Thaís de Lima

Portadora de sangue preto e branco.

2 comentários:

  1. Talvez seja o melhor de todos os tempos... Superando Kafunga, João Leite e Taffarel. www.euvistoacamisadogalo.com.br

    ResponderExcluir
  2. São Victor, a muralha alvinegro, o santo milagreiro que libertou milhões!!! Show de bola!!

    ResponderExcluir

Redes Sociais

Total de visualizações de página

Arquivo do blog

Receba novidades por e-mail

Copyright © Galo Forever Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com