Uma História, uma só paixão

19 de abril de 2015

É dia de Clássico, meu amor!

Meu caro e ilustre torcedor mineiro, você deve estar aí se perguntando o porquê daquele "amor" ali em cima, não é? Pois bem, acalme-se, explicarei. Desde que o Clássico surgiu, ele para a cidade! É o jogo mais esperado e muita das vezes, mais violento... Violento sim, brigas pra cá, palavrões pra lá e gols que não acabam mais. É por isso, meu amor, que venho lhe pedir calma. Amor, sim, por que a gente trata freguês como se fosse da família, né?

Há dois anos aquela que se constitui minoria - a parte azul de Minas - sofre pelo fato de não conseguir ganhar do Atlético. Na história do Clássico, o Cruzeiro tem menos vitórias e possui menor goleada que a do GALO! Mas, amor, não fique triste, vai ser lindo ver o Mineirão cantando de novo, não vai? A torcida do preto e branco estará lá, as arquibancadas terão vida.

Rivalidade à parte, aqui está o real motivo da palavra tão aconchegante do título: Não se esqueça de respeitar a torcida adversária! Se o amor é capaz de mudar o mundo, ele trará paz aos estádios. Lembrem-se: claro que existe, sim, um casal formado por um atleticano e uma cruzeirense e vice-versa. Antes de agredir quem está do lado de lá, pense que pode ser algum familiar, uma pessoa que você ama.

Recado dado, torcedor consciente, está na hora de ir ver o GALO jogar! Que o Clássico, além de gols e jogadas incríveis, seja marcado pela vitória do Maior de Minas Gerais! Apesar da ausência de Leonardo Silva, contaremos com a volta de Leandro Donizete. É o maior e melhor Clássico do país, abrilhantem-no como verdadeiros torcedores!

Foto: Gabriel Castro / Eleven Brasil
Sobre o Autor:
Thaís de Lima

Thaís de Lima

Portadora de sangue preto e branco.

0 comentário(s):

Postar um comentário

Redes Sociais

Total de visualizações de página

Arquivo do blog

Receba novidades por e-mail

Copyright © Galo Forever Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com