Uma História, uma só paixão

24 de abril de 2015

O raio cai sim! E cai quantas vezes a gente quiser!

Amigo, por acaso você conhece um tal de Zeus? Esse mesmo, o ser da mitologia grega, o maluco que manda os raios pra cá. Tem certeza que sabe de quem estou falando? Pois bem, ele tirou férias. Sabe quem está no lugar? O GALO. E como o Maior de Minas tem seu jeito atrapalhado de fazer as coisas, ele repetiu o trabalho cinco vezes.

Nesta quarta-feira, o GALO teve mais uma de suas partidas inéditas. Digamos apenas "partidas" porque de milagres e coisas inacreditáveis, todos os jogos do Atlético são recheados. Desculpe-me, inacreditável para outros, porque essa torcida do Horto é tão apaixonada que foram capazes de gritar o nome de um cara que jogou do lado de lá da lagoa e que havia errado um pênalti quando mais precisavam da vitória. Maluquice!

O que deixa o mundo estarrecido, é que dá certo. O preto e o branco deve atrair uma fé excedente. Dessa vez, até a bandeirinha deu uma de atleticana! Lascou-lhe uma postura imponente, ergueu o peito e pensou consigo mesma: - "Esse tempo está acabando, deixe-me ajudar essa torcida. Essa bola não vai passar por aqui de jeito nenhum ou eu não me chamo bandeirinha de escanteio!" Aí o cara que a torcida maluca já estava cantando o nome, dominou e encontrou aquele que empurrou para o fundo das redes: gol do Atlético! 

A classificação veio, sim, porque foi merecida. Há algo nesse time de Minas que vai além do que podem chamar de futebol. É mais do que amor. Na verdade, desconfio que o Atlético seja o próprio amor. Preparem-se, porque nos caminhos iluminados que Drummond pediu, a nossa vitória é certa.

FOTO: Yuri Edmundo

Sobre o Autor:
Thaís de Lima

Thaís de Lima

Portadora de sangue preto e branco.

0 comentário(s):

Postar um comentário

Redes Sociais

Total de visualizações de página

Arquivo do blog

Receba novidades por e-mail

Copyright © Galo Forever Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com