Uma História, uma só paixão

20 de abril de 2015

Pratto faz dois, e de virada, Galo vence Cruzeiro

FOTO: Gabriel Castro / Eleven Brasil

Deu Galo. O Atlético venceu o Cruzeiro, por 2 a 1, no Mineirão. Com dois gols de Lucas Pratto, o atual campeão da Copa do Brasil eliminou o bicampeão brasileiro na semifinal do Campeonato Mineiro e é o primeiro finalista do torneio. Os comandados de Levir Culpi vão enfrentar agora a Caldense, que derrotou o Tombense por 2 a 0.
O primeiro tempo foi de muita vibração e vontade, mas sem a qualidade necessária para um grande jogo. Tanto Cruzeiro quanto Atlético se limitaram a bolas aéreas e a uma disputa intensa no meio de campo.
O gol do mandante saiu em falha da defesa adversária e devido à vontade de Willian. O atacante evitou uma saída em lançamento de Alisson, chegou à linha de fundo e cruzou. Victor, Rafael Carioca, Jemerson e Edcarlos erraram e possibilitaram o gol de Giorgian De Arrascaeta ainda nos primeiros minutos.
No decorrer da etapa inicial, as bolas aéreas ditaram a tônica do jogo. Lucas Pratto teve uma boa chance de balançar a rede de Fábio, mas o preciosismo do argentino evitou que o lance culminasse em gol.
A jogada do camisa 9 não foi a única do Atlético na etapa inicial. Nos acréscimos, Edcarlos também teve uma boa oportunidade em cobrança de falta do argentino Dátolo. O zagueiro cabeceou ao lado da meta cruzeirense.
Diante de uma criação deficiente de ambos os times, Marcelo Oliveira e Levir Culpi optaram por realizar alterações no intervalo. O treinador celeste acionou Marquinhos na vaga de Alisson, que se queixou de dores na coxa esquerda. O comandante alvinegro, por sua vez, colocou Guilherme na vaga de Leandro Donizete com o intuito de dar mais qualidade ao setor de criação.
E a alteração realizada pelo técnico do Atlético surtiu efeito. Não demorou muito para que o novo responsável pela armação do time criasse uma jogada. Guilherme enfiou bola aérea para Pratto e o camisa 9 marcou um belíssimo gol, sem chance de defesa para Fábio.
Depois disso, a partida seguiu o curso do primeiro tempo. Tanto Cruzeiro quanto Atlético abdicaram de jogar, embora o resultado fosse favorável ao mandante. O único lance que poderia mudar o rumo do jogo foi a expulsão de Fabiano em dividida com Carlos no meio de campo. Heber Roberto Lopes, juiz da partida, sacou logo o vermelho e colocou o lateral do time celeste para descansar mais cedo.
E o castigo veio aos 43 minutos, em mais uma jogada de Guilherme. O atacante, cruzou da esquerda e achou Pratto livre na pequena área. O argentino fuzilou Fábio de cabeça e fez explodir a torcida do alvinegra. Os cruzeirenses reclamaram de falta na origem da jogada.

FOTO: Clube Atlético Mineiro

No último minuto, Thiago Ribeiro por muito pouco ainda não fez seu primeiro com a camisa atleticana. Ele mandou de fora da área, mas a bola explodiu na trave.
Na final, o Atlético encara a Caldense, que eliminou o Tombense.

Confira o vídeo com os melhores momentos do Clássico


Compartilhe com seus amigos:
Sobre o Autor:
Ana Paula Xavier

Ana Paula Xavier

Escritora do Galo Forever. Fanática pelo CAM. Adoro minha família e amigos. Personalidade forte.

0 comentário(s):

Postar um comentário

Redes Sociais

Total de visualizações de página

Arquivo do blog

Receba novidades por e-mail

Copyright © Galo Forever Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com