Uma História, uma só paixão

30 de agosto de 2015

De vilão a héroi!

      Entre muitas tuitadas do ex-presidente Alexandre Kalil, como esquecer aquela do dia 20 de março de 2011... Anunciando a contratação mais cara da história do futebol mineiro.
Guilherme Gusmão, um meia atacante que chegou ao Atlético para ocupar a vaga deixada pelo atacante Diego Tardelli.

      No início não estava fácil conseguir pegar o ritmo no time, ainda mais com a desaprovação da torcida. Mas permaneceu para a temporada de 2012. O jogador atuou bem no campeonato mineiro, principalmente na final contra o América, onde fez um gol na vitória por 2x1, e o time alvinegro conquistou o título estadual.
Pela sua estréia no Brasileirão, foi decisivo na partida contra o Figueirense. Entrou no 2º tempo e fez o gol da virada, 4x3 para o Atlético em Florianópolis. A partir daí, Guilherme não vinha tendo um bom rendimento, devido suas lesões. O departamento médico foi sua segunda casa, e se via cada vez mais distante de conseguir vaga no time titular.

      Em 2013, após ter se recuperado, estava totalmente a disposição do técnico. Foi quando, em uma partida contra o Newell's Old Boys, válida pela semifinal da Libertadores, ele entrou na etapa complementar e marcou um gol aos 50 minutos, levando o Atlético às disputas de pênaltis, na qual o time alvinegro avançou para a final.


      No ano de 2014, novamente teve poucas chances no time principal. No segundo semestre, após a saída de R10, Guilherme se tornou armador da equipe, e no jogo contra o Corinthians, válido pela Copa do Brasil, ele fez dois gols, levando o time para a semifinal da competição.


      Em outubro, quando estava passando por uma boa fase, sentiu dores no músculo da coxa direita, e foi substituído com apenas 13 minutos de jogo. E como esperado, foi constatada mais uma lesão. Infelizmente ele passou mais tempo no DM do que nos gramados. Mas esse "pouco" tempo que ele jogou, fez muito.

      O garoto das lesões incuráveis conseguiu conquistar a torcida após o título da Libertadores. A partir deste dia, nenhum Atleticano atreveu a xingá-lo.
Mesmo passando por momentos difíceis, ele nunca deixou de acreditar em seu potencial. Nos ajudou quando mais precisávamos, e hoje só temos a agradecer.

Obrigado Guilherme. ObriGALO!


Sobre o Autor:
Bárbara Kimberly

Bárbara Kimberly

Um comentário:

Redes Sociais

Total de visualizações de página

Arquivo do blog

Receba novidades por e-mail

Copyright © Galo Forever Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com