Uma História, uma só paixão

1 de novembro de 2015

Galo enfrenta Timão no Horto

FOTO: GOOGLE IMAGENS

O Corinthians lidera o Campeonato Brasileiro com oito pontos de vantagem em relação ao Atlético, mas a comparação entre os dois times que duelam neste domingo encurta bastante essa diferença. Exaltado pela força coletiva ao longo da competição, o time de Tite sofre com uma trinca de desfalques (Fagner, Uendel e Elias).
Melhor defesa da Série A (25 gols sofridos), o Timão leva vantagem com os dois zagueiros (Gil e Felipe), em um setor no qual o Galo não contará com Jemerson neste domingo. Os outros dois confrontos vencidos pelo time do Parque São Jorge são justamente aqueles que envolvem os principais destaques do Brasileirão: os meias Renato Augusto e Jadson.
Eu acredito que esse é aquele tipo de jogo em que a equipe que abrir o placar tem grandes chances de fazer o resultado. O equilíbrio é muito grande.
Ao longo da competição, o Corinthians soube lidar com os desfalques e manteve o padrão em partidas importantes, como a vitória sobre o Fluminense, quando o garoto Marciel foi escalado entre os titulares. Desta forma, mesmo com a vantagem do Galo nos duelos individuais, o jogo coletivo do time comandado por Tite ainda pode fazer a diferença.
Individualmente, o Atlético tem jogadores melhores para a partida, até porque o Corinthians não contará com Fagner, Uendel e Elias. O Timão leva vantagem no conjunto. Tite possui nas mãos uma equipe muito bem montada, pronta taticamente e muito mais constante que o Galo. Cada um tem seu lado favorável.
O setor ofensivo está dividido. Os meias Renato Augusto e Jadson, principais jogadores do Corinthians no Brasileirão, são unanimidades na disputa com Giovanni Augusto e Dátolo. No ataque, os mineiros estão absolutos. Luan e Lucas Pratto também receberam quatro votos na comparação com Malcom e Vagner Love.
 O Galo é mais forte individualmente, mas o Corinthians é mais arrumado coletivamente, por isso tem oito pontos de vantagem na liderança.
Para o ex-atacante, o confronto entre os goleiros merece atenção. Ídolo da torcida atleticana, Victor leva vantagem, mas não foi unanimidade. Cássio, que foi convocado recentemente para seleção brasileira, costuma crescer nos jogos decisivos.
Os dois goleiros estão em uma fase fantástica. Acredito que o Victor seja o maior goleiro da história do Galo, não apenas pelas conquistas, mas por ter sido muito importante nesses títulos. O Cássio conseguiu uma merecida convocação à Seleção e não sente a pressão de um jogo importante.
A partida deste domingo, às 17h (de Brasília), no Independência, é tratada como a final do Campeonato Brasileiro. O Corinthians tem oito pontos de vantagem e pode sair de Belo Horizonte com mais de uma mão na taça. O Atlético confia em sua força como mandante, principalmente por causa da pressão da torcida, para que o grito de “eu acredito” ainda seja entoado no Horto.


Compartilhe com seus amigos:
Sobre o Autor:
Ana Paula Xavier

Ana Paula Xavier

Escritora do Galo Forever. Fanática pelo CAM. Adoro minha família e amigos. Personalidade forte.

Um comentário:

  1. Superando a superação! Vamos Galo! http://www.euvistoacamisadogalo.com.br/

    ResponderExcluir

Redes Sociais

Total de visualizações de página

Arquivo do blog

Receba novidades por e-mail

Copyright © Galo Forever Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com