Uma História, uma só paixão

19 de maio de 2016

Não deu! Galo vence São Paulo, mas pelo critério de gols fora, fica sem a vaga para as quartas da Libertadores

FOTO: GOOGLE IMAGENS

O São Paulo perdeu para o Atlético por 2 a 1 na noite desta quarta-feira, no estádio Independência, pelo segundo jogo das quartas de final da Taça Libertadores da América, mas acabou avançando na competição graças ao critério da importância dos gols fora de casa. A equipe paulista ganhou por 1 a 0 na partida de ida, e o placar agregado de 2 a 2 classificou o Tricolor para a semifinal do torneio. Agora, o time de Ganso aguarda definição para saber se vai enfrentar o Rosário Central ou o Atlético Nacional.
O Galo teve um começo de jogo fulminante e, com 11 minutos de jogo, já havia aberto 2 a 0, com Cazares e Carlos respectivamente. No entanto, a resposta imediata do São Paulo, com um gol cinco minutos depois, feito por Maicon, esfriou bastante a confiança e o ímpeto do time da casa, que não conseguiu mais imprimir o mesmo volume de jogo do início da partida.
Aos 6min, em bela trama de passes do time alvinegro, Pratto fez o pivô e tocou na direita. Marcos Rocha chegou chutando, Denis defendeu, e a bola sobrou para Cazares que emendou de primeira, 1 a 0. Cinco minutos depois, Douglas Santos fez um cruzamento de longe e perfeito. Carlos, sozinho na segunda trave, cabeceou para o chão e venceu Douglas, 2 a 0. No entanto, aos 14min, o São Paulo encontrou o seu gol no momento certo, o que esfriou bastante o ímpeto inicial do Galo.
Kelvin cobrou escanteio fechado, o goleiro Victor vacila, e Maicon sobe dentro da pequena área para cabecear e fazer 2 a 1. Aos 22min, o Atlético quase fez o terceiro e acertou a trave. Em cruzamento na área, Lucas Pratto subiu de cabeça e acertou o poste. A resposta à altura veio no final da etapa inicial. Ganso cruzou na área, Rodrigo Caio ganhou de cabeça e a bola bateu na trave.
No segundo tempo, o Atlético continuou mostrando que havia sentido o gol tomado e não mostrava muita organização em campo. Tentava chegar ao ataque com passes longos, que eram cortados pela zaga, e cruzamentos, que também não estavam obtendo sucesso.
A pressão aumentou nos minutos finais de jogo, mas o Galo mostrou pouca eficácia, e Denis salvou uma bola com o ombro, em uma cabeçada à queima roupa. Final, 2 a 1 Galo e Tricolor classificado.

Compartilhe com seus amigos:
Sobre o Autor:
Ana Paula Xavier

Ana Paula Xavier

Escritora do Galo Forever. Fanática pelo CAM. Adoro minha família e amigos. Personalidade forte.

0 comentário(s):

Postar um comentário

Redes Sociais

Total de visualizações de página

Arquivo do blog

Receba novidades por e-mail

Copyright © Galo Forever Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com