Uma História, uma só paixão

9 de junho de 2016

A hora é agora, Galo!

Rotulado ser o melhor elenco do Brasil atualmente, o time do Galo caiu de produção devido aos desfalques. Será mesmo apenas às lesões responsáveis pelo destoamento do melhor time de Minas Gerais?

É desgastante ver o time jogar, tá certo de que não devemos usar este fato como desculpa para tantos jogos ruins. Mas não tem entrosamento algum e falta força de vontade. 
O atleticano quer raça e dedicação de todos. Se os nossos melhores jogadores não estão disponíveis, os reservas tem por obrigação, entrar em campo e dar o melhor de si.
Se quiser a titularidade, tem que se empenhar, tem que lutar. Somos uma equipe e com a ajuda de cada um, sairemos vitoriosos.

O Victor, está jogando com o currículo da Libertadores de 2013, infelizmente vem falhando constantemente em todos os jogos;
A zaga composta por Tiago e Edcarlos, não passam nenhuma segurança pra o goleiro, e o Gabriel ainda é novo, não podemos deixar a responsabilidade toda nas costas dele;
A lateral direita está sentindo a falta do Luan, pois ele ficava na retaguarda enquanto o Marcos Rocha subia ao ataque e na esquerda estamos tendo que colocar um volante, devido à convocação do Douglas Santos;
Com as lesões, improvisamos meias sem criatividade, que não conseguem  atribuir uma oportunidade clara para os jogadores de frente;
Carlos não está preparado fisicamente, mal consegue correr e sente seu tornozelo em praticamente todos os jogos. O Pratto antes de se lesionar, não estava conseguindo se encontrar em campo e acabou perdendo dois pênaltis, coisa que nunca havia acontecido em sua carreira. E o Robinho não tem um companheiro na frente para ajudar nas finalizações.

Sou torcedora e tenho como papel fundamental, fazer o meu time ganhar. Porém, a nossa realidade não pode passar despercebida. Precisamos de ajustes. Precisamos de soluções.

Dói ver torcedores levantando cedo pra ir para a fila garantir o ingresso, e quando chega no dia do jogo, não tem nenhum retorno. É certo isso?
A torcida ajuda o time, incentiva. O treinador instrui e decide quem joga. Mas apenas os jogadores, podem entrar em campo e mostrar serviço, o porquê de estarem ali.

Entrem em campo e lutem por nós, usem as críticas como um combustível para ir além. Nós sabemos que vocês são capazes, acreditamos no potencial de cada um.


Sobre o Autor:
Bárbara Kimberly

Bárbara Kimberly

0 comentário(s):

Postar um comentário

Redes Sociais

Total de visualizações de página

Arquivo do blog

Receba novidades por e-mail

Copyright © Galo Forever Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com