Uma História, uma só paixão

14 de junho de 2016

Fred Guerreiro do Atlético Mineiro

Foto: Yuri Edmundo
De repente eu me pego, numa noite fria de Junho, escrevendo uma crônica em homenagem ao Fred.

Quem diria que este dia pudesse chegar, mas ele chegou. Fred agora é do Galo. E sendo do Galo, só me resta apoiar.

Podemos dizer que o Fred passou por uma evolução natural, sendo esta a primeira vez em que ele joga num time de massa.

O DNA do Fred não nega. O Galo é o que faltava para completar a sua vitoriosa carreira. Tudo que ele queria era estar conosco, ao nosso lado, do lado da maior e mais apaixonada torcida de Minas.

Fred, vou lhe confessar uma coisa: eu, atleticano fanático que sou, fiquei nervoso com a especulação e, quem diria, até comemorei a sua não contratação no mês de Abril. Veja bem, o meu orgulho e a rivalidade falaram mais alto que o seu profissionalismo.

Contudo, agora me pego agradecendo a Deus por sua contratação. Na certeza de que seremos felizes, nem me lembro mais de quando você vestia azul. Aliás, aquele azul combinava com suas lágrimas de tristeza.

Caro Fred, a torcida do GALO é assim, age com o coração. Alguns atleticanos, no inicio, podem até falar sobre aquela sua passagem pelo rival, mas perceberão que do lado esquerdo desse seu peito bate um coração alvinegro.  Um coração que, desde criança, era  influenciado pelo seu pai e pela enorme família atleticana.  

Eu sei que seu sonho, amigo Fred, sempre foi eternizar seu nome no seu time do coração. Então, Frederico, não se acanhe,  a torcida mais chata do Brasil quer ver você ajudando o GALO a chegar no topo mais alto do mundo. E quando lá estiveres junto com o nosso Galo, seu nome estará eternizado na nossa história.

Não te cobraremos declarações de AMOR ao GALO e nem questionaremos sua passagem pelo lado frio da lagoa, não!  Queremos ver você honrando a nossa camisa e, quem sabe, marcando a história no GALO. Eu acredito!

A tua chegada marca o ponto zero, o momento de determinação, de mudança. O ano de 2016 para o Galo se dividirá em dois momentos: Antes de Fred e Depois de Fred. Creio que nossa sorte mudará da mesma maneira que a sua já mudou, meu amigo.

Tal qual Tardelli, Ronaldinho, Victor e Jô, você também marcará seu nome na nossa história. E assim, quando mais tarde me perguntares de ti, eu possa dizer que tu, meu amigo Fred, é o nosso guerreiro. Você, Fred, já é o guerreiro do meu Atlético Mineiro.

(Escrito por Ana Lu Siqueira e Wagner Marques)
Compartilhe com seus amigos:
Sobre o Autor:
Wagner Marques

Wagner Marques

0 comentário(s):

Postar um comentário

Redes Sociais

Total de visualizações de página

Arquivo do blog

Receba novidades por e-mail

Copyright © Galo Forever Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com