Uma História, uma só paixão

28 de agosto de 2016

Galo segura Grêmio em Porto Alegre, e garante empate com Robinho

Foto: Google Imagens


A proposta do Atlético era clara: se defender sem deixar o Grêmio chegar com perigo. No primeiro tempo, a estratégia deu certo. O Tricolor finalizou 17 vezes, mas só quatro na direção do gol. Na etapa final, num lance que contou com desvio do zagueiro Ronaldo, Luan abriu o placar para os donos da casa. Mas Robinho, que começou o jogo no banco de reservas, apareceu livre dentro da área, aos 41 minutos, para completar cruzamento de Douglas Santos e garantir o empate por 1 a 1 em Porto Alegre.
O Grêmio dominou a partida do início ao fim. O goleiro Uilson viveu tarde inspirada, com grandes defesas, ajudando o Atlético a seguir vivo no jogo, mesmo quando o Tricolor vencia por 1 a 0. No fim, Douglas Santos encontrou Robinho na área. O camisa 7 deu apenas um toque na bola para empatar o duelo e chegar à artilharia do Campeonato Brasileiro, com dez gols, ao lado do palmeirense Gabriel Jesus.
Com o empate, o Galo caiu uma posição na classificação por causa da vitória do Flamengo sobre a Chapecoense. O Alvinegro está em terceiro, com 39 pontos, quatro atrás do líder Palmeiras. Já o Grêmio continua na sexta posição, agora com 36 pontos.
O Campeonato Brasileiro agora terá uma pausa para a disputa das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo. O Galo só volta a jogar no dia 7 de setembro, contra o Vitória, em Belo Horizonte. No mesmo dia, o Grêmio visita o Coritiba no Couto Pereira.
O primeiro tempo da partida na Arena do Grêmio pode ser definido em um verdadeiro ataque contra defesa. O time tricolor tentou, de todas as formas, balançar as redes de Uilson. Foram 17 finalizações, mas apenas quatro na direção do goleiro alvinegro. Já o Galo não deu trabalho a Marcelo Grohe e terminou a etapa inicial sem finalizações.
Durante o primeiro tempo, o Galo deu muito espaço para o Grêmio tocar a bola e criar espaços para as finalizações. Quando tinha a bola, o time atleticano sentia a falta de um armador e não conseguia chegar à frente com perigo. A única grande jogada alvinegra saiu em arrancada de Maicosuel, que deixou quatro adversários para trás e tocou para Fred. O camisa 99 lançou para Pratto, que cruzou nas mãos de Marcelo Grohe.
No começo da etapa final, o técnico Marcelo Oliveira mexeu no time, colocando Douglas Santos no lugar de Lucas Cândido. Com isso, Fábio Santos foi adiantado para o meio-campo. A mudança não alterou a estrutura da partida, já que o Galo não conseguia prender a bola no campo de ataque. Logo no primeiro minuto, Bolaños parou em grande defesa de Uilson. Mas, aos sete minutos, não teve jeito. Luan recuperou a bola e chutou. A bola desviou em Ronaldo e encobriu o goleiro atleticano: 1 a 0.
Robinho, poupado por desgaste muscular, entrou após o gol sofrido. O Galo passou a jogar mais no campo do Grêmio, mas seguiu sem finalizar. O time da casa, por sua vez, quase marcou com Wallace, que parou em grande defesa de Uilson, e Luan, que finalizou com muito perigo. A única finalização do Galo aconteceu em chute de Pratto, travado pelo zagueiro no meio do caminho.
A segunda finalização veio para lavar a alma dos atleticanos. E a jogada veio com dois titulares que foram poupados e começaram a partida no banco de reservas. Aos 41 minutos, Douglas Santos recebeu pelo lado esquerdo e cruzou rasteiro. Robinho apareceu livre para marcar o seu décimo gol no Campeonato Brasileiro: 1 a 1. No fim, quase Lucas Pratto virou a partida para o Galo, mas a bola passou raspando a trave de Marcelo Grohe.
Compartilhe com seus amigos:
Sobre o Autor:
Ana Paula Xavier

Ana Paula Xavier

Escritora do Galo Forever. Fanática pelo CAM. Adoro minha família e amigos. Personalidade forte.

0 comentário(s):

Postar um comentário

Redes Sociais

Total de visualizações de página

Arquivo do blog

Receba novidades por e-mail

Copyright © Galo Forever Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com