Uma História, uma só paixão

28 de setembro de 2016

Juventude pressiona, mas Galo segura firme e abre vantagem na Copa do Brasil

Foto: Google Imagens

O Atlético abriu vantagem nas quartas de final da Copa do Brasil. No Mineirão, o Galo recebeu o Juventude e conquistou a vitória por 1 a 0, gol de Lucas Pratto, ainda no primeiro tempo. Com o triunfo pelo placar mínimo, o time alvinegro pode até mesmo empatar no jogo da volta para avançar às semifinais.
O Galo começou bem a partida no Mineirão. O time alvinegro pressionou e buscou o gol em bela jogada de Lucas Pratto, com participação especial de Carlos César. No fim da etapa inicial, o time gaúcho cresceu e quase chegou ao empate. No segundo tempo, o Atlético não conseguia jogar e o Juventude foi para cima, criando boas chances para chegar ao gol. O time mineiro ainda perdeu Carlos César expulso e segurou a pressão dos visitantes até o fim para sair com a magra vitória e a vantagem na competição.
As duas equipes se reencontrarão no dia 19 de outubro, às 19h30, no Estádio Alfredo Jaconi. O foco agora volta para o Campeonato Brasileiro. No próximo sábado, às 16h30, o Galo visita a Ponte Preta no Estádio Moisés Lucarelli. Já o Juventude joga na segunda-feira, às 19h15, contra o Fortaleza, em casa, pela Série C.
O Atlético começou a partida em cima do Juventude. O time alvinegro não dava espaço para os visitantes trocarem passes e, com isso, dominava o meio-campo. No entanto, os espaços não apareciam para o ataque do Galo tramar suas jogadas. Por isso, Lucas Pratto tinha que sair bastante da área para buscar a bola.
E assim surgiu o primeiro gol do time mineiro. Aos 16 minutos, o camisa 9 buscou a bola no meio-campo, passou pelos marcadores e abriu para Carlos César na direita. O lateral invadiu a área e rolou para o argentino concluir de primeira e inaugurar o marcador: 1 a 0.
Após o gol, o Atlético seguiu em ritmo forte, mas ainda com dificuldades em penetrar na área do Juventude. De fora da área, o time buscava o segundo gol. Aos poucos, os visitantes foram oferecendo perigo. Aos 30, Romarinho fez boa jogada e a bola sobrou para Roberson acertar o travessão. Já nos acréscimos, o time gaúcho saiu em contra-ataque e Pará finalizou de longe para defesa espetacular de Victor.
O Galo voltou para o segundo com muitas dificuldades. O time alvinegro não conseguia sair da forte marcação do time gaúcho. Errando muitos passes, o Atlético fazia o Juventude começar a criar chances de perigo. Aos cinco minutos, Roberson rolou para Wallacer, livre, finalizar raspando a trave.
As dificuldades para o Atlético continuavam. O time não conseguia escapar da forte marcação adversária. Em uma das raras chances, Cazares tabelou com Robinho e finalizou por cima. O árbitro Vinicius Furlan ainda deixou de marcar um pênalti para o Galo, em cima de Clayton.
Se já estava ruim, as coisas complicaram ainda mais para o Galo aos 23 minutos, quando Carlos César levou o segundo amarelo e foi expulso. O Juventude seguiu em cima. A bola cruzou toda a extensão da área, passou perto da trave. O Galo passou por momentos de perigo, mas conseguiu sair de campo com o resultado positivo.

Compartilhe com seus amigos:
Sobre o Autor:
Ana Paula Xavier

Ana Paula Xavier

Escritora do Galo Forever. Fanática pelo CAM. Adoro minha família e amigos. Personalidade forte.

0 comentário(s):

Postar um comentário

Redes Sociais

Total de visualizações de página

Arquivo do blog

Receba novidades por e-mail

Copyright © Galo Forever Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com