Uma História, uma só paixão

15 de abril de 2018

De virada e pênalti duvidoso, Galo perde na estreia do Brasileirão

FOTO: GOOGLE IMAGENS

A vitória parecia garantida na estreia do Atlético pelo Brasileirão. Aos 41’ e aos 52’ do segundo tempo, Wagner eYago Pikachu mudaram essa história. Os dois marcaram e garantiram a virada para o Vasco, que venceu por 2 a 1, em São Januário. O segundo gol, se originou de um pênalti muito contestado de Bremer em Rildo. Otero, com um belo chute de fora da área, pegou o goleiro Martín Silva, desprevenido ainda na primeira etapa.
Com propostas táticas diferentes, o Galo veio a campo com uma postura mais ofensiva. Mas foi o Vasco que levou perigo ao gol adversário pela primeira vez na partida. Aos 9’, Wellington finalizou de fora da área, mas parou em defesa de Victor. Na sequência da jogada, Yago Pikachu finalizou na trave. O Atlético se defendia e tentava contra-ataques.
 Com pouca posse de bola, ainda teve boas oportunidades na primeira etapa e foi presenteado com um lindo gol, de fora da área, de Otero. O venezuelano finalizou de longe, aos 12’. Traiçoeira, a bola encobriu o goleiro Martín Silva, bateu na trave e no travessão antes de entrar.
Depois de abrir o placar, o Atlético reforçou a atenção na marcação. No momento defensivo, o time visitante formava duas linhas de quatro na maioria das vezes. À frente, ficavam Elias e Ricardo Oliveira. O combate começava atrás do meio de campo.
A postura do time mineiro deu certo até o final do primeiro tempo. Apesar de Riascos ter dado um susto em Victor numa cabeçada, foi do Atlético a melhor chance após o gol. Ricardo Oliveira cruzou pela esquerda para Gustavo Blanco. O volante recebeu livre, de frente para Martín Silva, mas finalizou o contra-ataque com um chute na trave.
Na segunda etapa, o Atlético se viu encurralado pelo time carioca. Com três substituições em campo: Rildo, Andrés Rios e Thiago Gallhardo, a pressão deu resultado no fim do segundo tempo, com um chute de Wagner e uma cobrança de pênalti de Pikachu.
O Vasco avançou as linhas e criava oportunidades, ainda que em chutes de média distância. Por outro lado, o Atlético chegou com Ricardo Oliveira e Gustavo Blanco, mas não conseguiu aumentar a vantagem.
A pressão do Vasco continuou até dar resultado. Após muito tentar, o time da casa foi premiado com um gol de Wagner, que aproveitou o rebote para finalizar rasteiro, sem chances para o goleiro atleticano.
Aos 53’ o Galo foi penalizado outra vez, logo quando a bola voltou a rolar após paralisação para atendimento médico. O árbitro André Luiz de Freitas Castro interpretou que Bremer derrubou Rildo na área, em contra-ataque originado em um lance mal trabalhado de Róger Guedes, que havia tentado passe de calcanhar. Yago Pikachu cobrou bem e deu números finais ao jogo: 2 a 1.
O Atlético volta a campo na próxima quarta feira, pela Copa do Brasil, após três derrotas seguidas, no segundo jogo contra o Ferroviário-CE pela quarta fase da competição no Castelão, em Fortaleza.
Pelo Brasileirão, as equipes jogam no próximo domingo, às 16h. O Atlético recebe o Vitória, no Independência. O Vasco, por sua vez, vai à Arena Condá para encarar a Chapecoense.

Compartilhe com seus amigos:
Sobre o Autor:
Ana Paula Xavier

Ana Paula Xavier

Escritora do Galo Forever. Fanática pelo CAM. Adoro minha família e amigos. Personalidade forte.

0 comentário(s):

Postar um comentário

Redes Sociais

Total de visualizações de página

Arquivo do blog

Receba novidades por e-mail

Copyright © Galo Forever Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com