Uma História, uma só paixão

19 de abril de 2018

Galo escapa de um vexame contra o Ferroviário, sofre e avança na Copa do Brasil

FOTO: BRUNO CANTINI

Thiago Larghi resolveu inovar e mandou a campo um Atlético muito diferente do que vem jogando as partidas passadas. Foi sofrido, como todo jogo do alvinegro mineiro, mas conseguiu impedir o que poderia se tornar um vexame na história em pleno Castelão, em Fortaleza. O time mineiro saiu atrás no placar, com gols de Esquerdinha e Mazinho para o Ferroviário. No segundo tempo, Róger Guedes e Gustavo Blanco empataram o jogo em 2 a 2 e garantiram  classificação às oitavas de final da Copa do Brasil.
A vitória por 4 a 0 na partida de ida, no Independência, deu tranquilidade ao Atlético. Por isso, o técnico Thiago Larghi resolveu poupar jogadores. Dos considerados titulares, apenas Victor iniciou o jogo desta quarta-feira. O time alvinegro sofreu, apresentou graves deficiências na zaga e no meio e levou dois gols do Ferroviário-CE no primeiro tempo.
O resultado negativo obrigou Thiago Larghi a mexer no time no intervalo. Entraram Luan e Gabriel nos lugares de Felipe Santana e Tomás Andrade, respectivamente. O Atlético melhorou e passou a criar mais oportunidades de gol. Segura lá atrás, a equipe conseguiu o empate.
O time alvinegro volta a campo neste domingo, a partir das 16h. Os comandados de Thiago Larghi enfrentam o Vitória, no Independência, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Na Copa do Brasil, o Atlético aguarda sorteio nesta sexta-feira para conhecer o adversário das oitavas de final.
O Ferroviário-CE, por sua vez, foca na disputa da Série D do Campeonato Brasileiro. A estreia do time cearense na competição será neste domingo, às 15h. O duelo contra o Cordino-MA está marcado para o estádio Leandrão, em Barra do Corda.
O técnico Thiago Larghi promoveu mudanças no Atlético. Dos jogadores considerados titulares, apenas o goleiro Victor iniciou a partida desta quarta-feira. A principal novidade foi a escalação de Lucas Cândido, deslocado para a posição de lateral-esquerdo. Recuperado de grave lesão no joelho, o volante de 24 anos voltou a atuar depois de mais de 16 meses.
E foi justamente pelo lado de Lucas Cândido que o Ferroviário-CE resolveu atacar. Em busca de um resultado histórico, o time da casa chegou com perigo com Leanderson, aos 10’. Lançado, o volante encobriu o goleiro Victor, mas a bola foi alta demais.
O Atlético apostava especialmente pelas pontas. Erik, pela direita, e Róger Guedes, pela esquerda, tentavam jogadas individuais, mas não conseguiam criar. A inércia do meio de campo alvinegro permitia o domínio dos donos da casa, que mantinham a bola por 54% do tempo na primeira metade da etapa inicial.
O melhor desempenho do Ferroviário-CE deu resultado aos 24’. Lucas Mendes avançou e, mais uma vez, encontrou espaço pela esquerda da defesa do Atlético. O lateral cruzou para o estreante Esquerdinha, que contou com falhas de Victor e Bremer para completar de cabeça para as redes: 1 a 0. E a pressão continuou.
O gol sofrido fez o Atlético reagir. Em menos de dez minutos, o time alvinegro criou três oportunidades claras com Alerrandro. O jovem centroavante de 18 anos, entretanto, não conseguiu empatar o jogo.
Compartilhe com seus amigos:
Sobre o Autor:
Ana Paula Xavier

Ana Paula Xavier

Escritora do Galo Forever. Fanática pelo CAM. Adoro minha família e amigos. Personalidade forte.

0 comentário(s):

Postar um comentário

Redes Sociais

Total de visualizações de página

Arquivo do blog

Receba novidades por e-mail

Copyright © Galo Forever Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com