Uma História, uma só paixão

22 de julho de 2018

Com falha bisonha, Atlético perde para Palmeiras com gol nos acréscimos

FOTO: GOOGLE IMAGENS

Num jogo bastante movimentado, com dois golaços e falha bisonha do zagueiro Juninho, o Atlético perdeu para o Palmeiras por 3 a 2 na tarde deste domingo. A vitória alviverde no Allianz Parque, em jogo da 14ª rodada do Campeonato Brasileiro, foi decretada aos 49 minutos do segundo tempo.
O time paulista ficou à frente do marcador em três oportunidades, com gols de Moisés e Bruno Henrique (dois). Os visitantes marcaram com Luan e Yimmi Chará, mas foram punidos no fim, mas uma vez em lance de bola parada - que tem aterrorizado o Atlético no Campeonato Brasileiro. Dos 22 gols sofridos nas 14 rodadas disputadas, 12 foram originados nesse tipo de jogada.
Com espaço para dominar, passar a bola ou rifá-la para frente, Juninho falhou. O zagueiro, emprestado pelo Palmeiras ao Atlético até o fim do ano, não conseguiu executar nenhuma das opções mais prováveis. O resultado? Moisés aproveitou e não demorou muito para chutar e vencer o goleiro Victor, logo aos 2’.
O gol no início do jogo empolgou time e torcida do Palmeiras. Tanto é que os donos da casa quase ampliaram três minutos depois. De fora da área, o mesmo Moisés acertou um chutaço no travessão. No rebote, Bruno Henrique finalizou mal e desperdiçou a chance. Alívio para o Atlético, que tentava reequilibrar as forças.
E deu certo. Ao menos num primeiro momento, o time alvinegro recolocou os nervos no lugar e manteve a posse de bola boa parte do primeiro tempo. Mas o Atlético ainda sofria muito com a marcação alta do Palmeiras. Aos 22’, Fábio Santos recuou mal, Juninho não conseguiu dominar, e a bola se ofereceu para Dudu. O atacante tentou encobrir Victor, que desviou e evitou o segundo.
Diante das dificuldades de realizar a transição defesa-ataque, os meio-campistas e até mesmo o atacante Luan voltavam para dar mais qualidade de passe na saída de bola. E as oportunidades na frente começaram a aparecer. Após boa jogada de Chará, Ricardo Oliveira saiu de frente com Weverton. O centroavante tentou o drible, mas foi desarmado pelo goleiro.
No finalzinho do primeiro tempo, o Atlético quase aproveitou recuo errado de Moisés. Na disputa entre Luan e Weverton, melhor para o goleiro palmeirense, que chegou antes e afastou a bola com o pé.
O Atlético voltou com outra postura no segundo tempo. Além de ter a posse de bola, o time alvinegro conseguia infiltrar na defesa do Palmeiras e criar situações de perigo. Aos 5’, mais uma oportunidade: Matheus Galdezani cabeceou no canto, e Weverton espalmou. No rebote, Luan apareceu livre na pequena área e empatou: 1 a 1.
O gol do Atlético modificou o cenário do jogo. Atrás no marcador, o Palmeiras passou a ter a bola por mais tempo. A posse, entretanto, não levava a oportunidades. Esse cenário fez com que o técnico Roger Machado colocasse Hyoran no lugar de Gustavo Scarpa, que pouco conseguiu criar do lado esquerdo da defesa alvinegra.
Do outro lado, Thiago Larghi tirou Luan para colocar David Terans. O cenário da partida, entretanto, pouco mudou: o Palmeiras seguia com mais posse na etapa final. E foi numa cobrança de falta que o time paulista desempatou a partida, aos 30’. Bruno Henrique chutou no canto de Victor, a bola bateu no travessão e entrou. Golaço que recolocou o Atlético atrás no marcador.
Mas a desvantagem não ficou muito tempo no placar. Aos 35’, Elias ajeitou para Yimmi Chará. O colombiano bateu de esquerda, no alto, venceu o goleiro Weverton e marcou um belíssimo gol: 2 a 2. E os minutos finais foram agitados. Com o Palmeiras avançado, o Atlético tinha o contra-ataque à disposição. E num lance de bola parada, aos 49', Bruno Henrique deu números finais ao jogo: 3 a 2. Depois do apito final, Matheus Galdezani foi expulso por reclamação.
Atlético e Palmeiras voltam a campo pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro nesta quarta-feira. A partir das 19h30, os paulistas enfrentam o Fluminense, no Maracanã. Mais tarde, às 21h, é a vez de o time mineiro entrar em campo no duelo contra o Paraná, no Independência.
Compartilhe com seus amigos:
Sobre o Autor:
Ana Paula Xavier

Ana Paula Xavier

Escritora do Galo Forever. Fanática pelo CAM. Adoro minha família e amigos. Personalidade forte.

0 comentário(s):

Postar um comentário

Redes Sociais

Total de visualizações de página

Arquivo do blog

Receba novidades por e-mail

Copyright © Galo Forever Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com