Uma História, uma só paixão

5 de outubro de 2019

O bem mais precioso do Atlético é a gente

- Pelo amor de Deus...
- O que foi?
- O Atlético perdeu de novo.
- E daí?
- Não era pra acontecer isso.
- Mas por que não?
- Porque o Atlético tem que ganhar.
- E tem que ganhar sempre?
- É, uai...
- Mas por que ganhar sempre?
- Porque a nossa torcida merece. Cê sabe o quanto a nossa torcida é sofrida,  vô. Sabe disso melhor que qualquer um, olha sua idade.
- Tá me chamando de velho?
- Tô.
- Espero que um dia você entenda.
- Entender o quê? Que o senhor acha normal o GALO perder?
- Alguém já te disse que já passamos por coisas bem piores?
- Eu já vi vídeos na internet. Também tenho alguns no celular, olha esse pênalti aqui que o...
- Por que você filma o jogo?
- Não filmei o jogo, filmei o pênalti.
- Tá, mas pra quê?
- Porque é legal. Porque eu quis, vô.
- Tá vendo? É isso que você não entende.
- Mas entender o quê, vô?
- Você não entende o que é ser atleticano.
- Mas pra ser atleticano eu preciso aceitar a derrota?
- Primeiro, comece por parar de filmar o jogo. Acha que a TV tá aí à toa, menino?
- Tá, mas e daí? Se eu parar de filmar o jogo, vou entender o que é ser atleticano?
- Não. Ainda não. Diga-me, o que você vai fazer no próximo jogo?
- Vou ficar em casa. Não aguento mais ver o GALO perder de novo.
- Tá vendo?
- E o senhor queria que eu fizesse o quê? Fosse ao estádio pra ver aqueles jogadores que mal acertam um cruzamento?
- Você tá indo por causa deles ou por causa do Atlético?
- Mas são eles que vestem nossa camisa, uai...
- Mas o Atlético não se restringe a isso.
- Então, o que você sugira que eu faça?
- Não estou aqui pra te ensinar a torcer pro Atlético, menino. Acho que você nunca vai entender.
- Como assim?
- O que move o Atlético não é a diretoria, não são os jogadores, não é a comissão técnica. O bem mais precioso do Atlético é a gente.
- Mas, vô...
- Não posso te ensinar a amar uma entidade, menino.
- Mas eu amo, só que dá uma tristeza na gente...
- E você achava que o amor era só alegria?
- É, tem toda razão. O que eu poderia fazer pelo GALO, exceto torcer?
- Só nos resta torcer. Até quando caímos foi assim. Ninguém saiu do estádio. Em todo os momentos estamos lá. Aonde você vai?
- Vou me preparar.
- E pra quê?
- Pro próximo jogo, vô.
- Você vai?
- Vou.
Ele entendeu.

Compartilhe com seus amigos:
Sobre o Autor:
Thaís de Lima

Thaís de Lima

Portadora de sangue preto e branco.

3 comentários:

Redes Sociais

Total de visualizações de página

Arquivo do blog

Receba novidades por e-mail

Copyright © Galo Forever Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com