Uma História, uma só paixão

8 de novembro de 2020

De novo no quase?

 É você de novo, vento?

O mesmo vento que me atrapou em 77?

O mesmo vento de 80 e de 81?


Depois de tanto tempo você volta 

Travestido de quase vitória

Me fazendo tropeçar no meu próprio pé 

Apontando as minhas próprias incompetências 

E escancarando a minha sina pelo quase  


Pelo quase em 77

Pelo quase em 80

Pelo quase em 99

Pelo quase em 2012 

Quase... 

Quase... 

Quase...


Você quer me deixar de novo no quase?

Me deixar com o gosto meio-amargo 

Da quase vitória 

Da quase conquista


Você quer mesmo arrastar meus fiéis?

Que antes acreditavam 

E que agora estão atônitos 

Tomados pela incerteza 


Você pode até tentar mais uma vez 

Mas eu não vou sucumbir 

Sou Galo de briga 

E não me entrego na primeira tempestade 


Foto: Nidin Sanches 


Compartilhe com seus amigos:
Sobre o Autor:
Tales Alves

Tales Alves

0 comentário(s):

Postar um comentário

Redes Sociais

Total de visualizações de página

Arquivo do blog

Receba novidades por e-mail

Copyright © Galo Forever Published By Gooyaabi Templates | Powered By Blogger

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com